Mensagem

Sozinho não dá!

Sozinho-nao-da

Seguindo o o último post, uma pessoa que leu fez o comentário: “Eu tento fazer o que vocês dizem no livro e nos programas, mas quando só uma pessoa está lutando e a outra não, fica difícil!”

Aí você desiste, porque é difícil? Tá bom. Saiba que quem desiste tem a garantia da derrota. Quem persiste tem a chance de vencer.

Porém, tenho que concordar com parte do que você disse: “Quando só uma pessoa está lutando.” Enquanto você se ver assim, sozinha ou sozinho em sua luta conjugal, financeira, profissional ou seja qual for, realmente não será apenas difícil mas impossível.

É aí que entra Deus. Mas Ele só entra quando você O convida e faz d’Ele seu parceiro nessa luta. Não diga mais: “sozinho é difícil”. Isso exclui Deus da luta.

“Porque maior é Aquele que está em vós do que aquele que está no mundo.”

1 João 4.4

Atente para o que João disse. Segundo ele, a luta é desigual não para o seu lado, mas para o lado do seu oponente, pois quem está com você é maior. Então seria mais acurado dizer, “coitado do meu inimigo, está difícil para ele”.

Essa tem que ser sua visão e fé.

Outra coisa que João disse no verso acima, de suma importância, é: “Aquele que está em vós”.

Então sua pergunta deve ser: “Ele está em mim?”

Como saber com certeza? Basta olhar para o que Jesus disse:

“Se vós estiverdes em Mim, e as Minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.”

João 15.7

Se você guardar e fizer o que Ele fala, Ele estará em você. Como isso funciona, na prática?

Suponha que você está doente. Você tem um médico. Ele está disponível e capacitado para lhe ajudar. O que você tem que fazer? Ir até ele, contar seu problema, deixá-lo lhe examinar, receber a orientação dele, crer nela e segui-la à risca, fazer o tratamento, e voltar no médico até ficar bom.

Se você falhar em qualquer um dos passos acima, não adiantará ter médico. Assim é com Deus.

Você tem um problema e também tem Deus pronto para lhe ajudar. Você precisa ir até Ele, falar com Ele, ouvi-Lo quando lhe mostra seu diagnóstico, receber Seu conselho, crer nele e segui-lo à risca, continuar fazendo isso, e seguir voltando a Ele até ficar bom.

Veja que não é automático. “Tenho fé em Deus, vai dar tudo certo.” Não. Você não diz “Tenho fé no médico, vai dar tudo certo” e fica em casa esperando que a existência do médico lhe ajude. Você tem que ir buscar. Essa é a sua luta. Em vez de travar uma luta com seu marido/esposa/patrão/inimigo — trave sua luta com Deus. Cobre d’Ele. Reclame com Ele. Afinal, foi Ele quem prometeu!

Não se veja mais sozinho na luta. Não confesse mais que seu problema é maior que você. Creia que o contrário é verdade. E vá buscar em Deus a força que você precisa.

Aí vai ser até covardia.

Bispo Renato Cardoso

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *