Notícia

Filha perdoa pai que a tentou matar

Internacional |
menina-de-uganda

Depois de ser brutalmente espancada pelo pai muçulmano, perdendo parte dos movimentos da cintura para baixo, a menina foi fechada num quarto escuro.

Se não fosse pelo irmão mais velho, que lhe passava por uma fresta da porta água e comida, Susan não teria resistido ao cativeiro de seis meses.

Resgatada em outubro de 2010, a menina não conseguia andar, nem falar, pesava somente 20 quilos e o seu cabelo anteriormente preto tinha ficado amarelo. Foi hospitalizada, mas os danos sofridos poderão vir a ser permanentes. Hoje, Susan, com 16 anos, é incapaz de andar sem a ajuda de muletas.

Apesar de todo o sofrimento por que passou, a jovem sempre se recusou a renegar a Cristo, afirmando: “Não posso deixar Jesus e decidi não abandoná-Lo porque Ele de-me a vida eterna e, mesmo que eu morresse lá, tinha a certeza de que iria para junto Dele”.

Mesmo de ter sofrido uma cirurgia corretiva e de ter enfrentado duras sessões de fisioterapia, a jovem tomou a decisão de perdoar o pai: “Perdoo o meu pai porque ele não sabia o que estava a fazer”.

Perseguições
A Bíblia alerta que quem ama Jesus será perseguido por causa da sua Fé. Por isso, ao levarmos uma vida de acordo com os Seus Ensinamentos poderemos causar desconforto junto daquelas pessoas que não o fazem, algumas das quais se irão opor e lutar contra nós. Mas em Jesus Cristo podemos suportar e superar toda a perseguição. Devemos sim amar os nossos perseguidores e orar pela sua salvação.

“Bem-aventurados os perseguidos por causa da Justiça, porque deles é o Reino dos Céus”

Mateus 5.10

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *