Notícia

Maior favela do mundo recebe ação social da Universal

Internacional |

14947955_1339801622719565_3707339328679927909_n-690x460Kibera, a maior favela do mundo, com mais de 2,5 milhões de habitantes, está localizada nos arredores da cidade de Nairóbi, capital do Quênia, África Oriental.

O local sofre com a superpopulação, a miséria e as péssimas condições de saneamento básico.

O trabalho evangelístico e social da Universal teve início na região há 1 ano, e no último dia 5 de novembro, voluntários da Igreja realizaram na comunidade local (que abriga um terço da população de capital do país) a ação “Medical Camp” (Campo de Atendimento Médico, em tradução livre), que foi bem recebida por muitos que ainda não conheciam a Universal.

Atendimento de saúde gratuito

Foram oferecidos atendimentos gratuitos de saúde, com checkups, testes de malária, diabetes, aferição de pressão arterial, entre outros exames. Também houve distribuição de medicamentos, além de orientação espiritual aos moradores.

14991923_1339801352719592_3738734447964600908_n-690x460Florence Onyango, moradora da comunidade, contou que muitas pessoas, por causa da falta de condições financeiras para buscar melhor assistência médica, sofrem silenciosamente dentro de suas casas, e que essa iniciativa foi uma oportunidade para que pudessem se cuidar. Durante a ação, dois casos de emergência foram prontamente transferidos de ambulância para o hospital central da cidade de Nairóbi.

Segundo o bispo Gerald Nkayi, responsável pelo trabalho evangelístico da Universal no Quênia, e que acompanhou toda a ação na favela de Kibera, o “Medical Camp” será realizado na comunidade a cada 2 meses.

Ele deixou uma mensagem principalmente aos jovens presentes naquele dia, os incentivando a usarem bem o seu tempo para servir a Deus, citando a seguinte passagem bíblica:

“Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a Palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno.”

1 João 2.14


Fonte:
Universal.org

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *