A falta de atenção e o vazio faziam parte da vida de Tanya

TanyaTanya era uma jovem tímida, com vários complexos, que a levavam a ter medo de manter um relacionamento saudável com outras pessoas.

A falta de atenção e o vazio faziam parte da sua vida, pois durante algum tempo viveu num orfanato, longe de todos aqueles que possivelmente lhe poderiam dar amor. Foi no orfanato, antes de ir viver com o pai, em Kiev, que conheceu o trabalho do Centro de Ajuda através das visitas dos voluntários do Coração Universal.

“Eles deram atenção a todas as crianças, inclusive a mim, tinham algo diferente das outras pessoas que eu conhecia. Uma da voluntárias passou a conversar comigo, não me esqueço do nome dela até hoje, Natasha”, conta Tanya.

O convite inesperado

Enquanto esteve no orfanato, nunca foi possível visitar o Centro de Ajuda, pois era longe do local onde se encontrava, mas após ir viver com o pai pai, recebeu uma ligação inesperada da voluntária Natasha que a convidou a participar numa reunião.

O convite foi aceite e a partir daí passou a frequentar as reuniões, onde com o passar do tempo, apoio e determinação se libertou dos complexos, da timidez, insegurança e do medo de fazer amigos. Tanya passou a ser uma pessoa confiante, forte e com autoestima. “Já não havia dentro de mim aquele vazio e tristeza”, garante.

A maior transformação

Tanya não deixou a oportunidade de participar no Jejum de Daniel escapar, e tomou a iniciativa de o fazer antecipadamente. Deixou de ver televisão, ouvir música, rádio… tudo em prol de uma maior atenção e dedicação às coisas de Deus. Também passou a evitar conversas que não acrescentavam nada à sua vida, fazendo assim uma escolha prévia das suas amizades e deixando aquelas que não tinham nada de bom para passar.

A palavra Sacrifício fez parte da sua transformação, pois para além de abdicar do que a contaminava, ao seu redor, participou das vigílias da desintoxicação para que o seu interior fosse transformado.

O batismo com o Espírito Santo aconteceu. Passou a ter paz e alegria, pois tinha a certeza que tudo dentro de si tinha sido transformado.