Curada

“Estou na Igreja há cinco meses. Entrei duas/três semanas antes da Fogueira Santa de Israel no Monte Sinai e participei, fui na fé!

Sacrifiquei o meu ordenado e algum ouro que tinha sido herdado da família, doeu muito! Ninguém me mandou fazer isso, pois, ouvi apenas a voz do Espírito Santo. Era asmática, desde um ano de idade, dependente dos medicamentos e não saía de casa sem eles.

Hoje, estou curada e felicíssima! Depois consegui ainda o meu primeiro carro, zero quilómetros, que é fruto também da revolta e do sacrifício, pois, não aceitava andar com o carro da minha mãe ou de transportes. Vi ainda a mudança na minha mãe! E, a nível profissional, subi de escalão, estando a ganhar mais e tendo uma melhor relação com os meus colegas.

Quando entrei no CdAE, sentia uma grande solidão e nunca mais senti isso. Ter vindo ao CdAE e ter participando na Fogueira Santa, só me ajudou!”

Vanessa Jorge