FELICIDADE

A infelicidade nos relacionamentos faz com que muitas pessoas deixem de acreditar na existência do verdadeiro amor, Sandra era uma delas. “Quando conheci o Centro de Ajuda a minha vida era completamente destruída. Tinha acabando de sair de um casamento que me trouxe muito sofrimento, inclusive violência doméstica, com agressões verbais que deixaram muitas marcas em termos psicológicos. Porém, anos depois desse divórcio e já no início na minha caminhada no Centro de Ajuda, tive uma outra relação que também não deu frutos. Inicialmente, foi uma relação que correu bem, mas, com o tempo, veio a deteriorar-se, isto porque a pessoa com quem estava também tinha passado por um processo de divórcio e não conseguia manter a estabilidade na relação. Sempre que estava comigo pensava na família e quando voltava para a família passava a vida a procurar-me. Este processo foi deteriorando ainda mais o meu ‘eu’, criando mágoa, dor e traumas, até ao desabamento total com o fim dessa relação. Então, deixei de acreditar no amor e na possibilidade de ser feliz”.

“Tinha o sonho de encontrar uma pessoa que me completasse e fizesse feliz” -Sandra

A reviravolta
“Até que passei a frequentar as reuniões da ‘Terapia do Amor’ e comecei a aprender que havia solução, que passaria por modificar o meu ‘eu’, apagar as mágoas que existiam dentro de mim e transformar-me na pessoa certa para alguém. E foi aí que participei na Fogueira Santa, com todas as minhas forças, em prol da minha vida sentimental. Tinha o sonho de encontrar uma pessoa que me completasse e fizesse feliz, pois, era isso que faltava. Hoje, estou casada há um ano e meio e feliz, com um homem que me realiza, compreende, cuida dos meus filhos como um pai e que é muito mais do que aquilo que eu estava à espera”.

“Em relação à questão do amor, dava tudo, mas do outro lado não havia uma entrega total” -Rui

Histórias semelhantes
Rui que ouvia o testemunho da sua esposa, conta-nos um pouco do seu: “quando cheguei ao Centro de Ajuda, a minha vida sentimental estava destruída. Tinha vindo de uma série de relações que tinham acabado e deixado mágoa. E sempre que iniciava uma nova relação tinha a sensação de que não ia dar certo. Contudo, esforçava-me para que as coisas corressem bem, mas a resposta que obtinha do outro lado era sempre negativa. Em relação à questão do amor, dava tudo, mas do outro lado não havia uma entrega total. Inclusivamente, entrei no Centro de Ajuda com o pensamento de não ter mais nenhuma relação. Mas, algum tempo depois, comecei a frequentar a ‘Terapia do Amor’ e foi aí que me libertei da mágoa.

Então, quando me senti preparado para conhecer alguém, participei na Fogueira Santa e o pedido que fiz corresponde à mulher que tenho ao meu lado. Hoje, sinto-me completamente realizado a nível sentimental e a pessoa mais feliz do mundo”, finalizou.

SANDRA E RUI – ALMADA