O que acontece quando dizemos não?

CRMariaMaria afirma ter-se sentido perdida, mas ficou radiante pela segunda oportunidade que teve!

“Estive afastada durante um ano do Centro de Ajuda. A minha mãe e as pessoas que conhecia sempre me convidavam a voltar, mas eu sempre dizia que não.
Até que, do nada, sem motivo aparente, deixei de urinar por quase dois dias. Cheguei a dormir na casa de banho, já que por ter a bexiga tão inchada não conseguia estar deitada de forma nenhuma. Não quis ir logo ao médico, e quando dei entrada no hospital, foi-me diagnosticado pedra nos rins.

No dia seguinte, quando estava a conduzir, deixei de sentir o corpo, e em pânico chamei o INEM, que me levou de urgência para o hospital de Setúbal. Fiquei internada, colocaram-me uma algália e diagnosticaram uma anomalia no rim direito que tinha de ser retirado, porque estava a criar outros problemas. Fui transferida de hospital, com a indicação que teria que ser operada de urgência aos rins.

A minha mãe, ao ter conhecimento do meu estado, fez uso da sua Fé-Inteligente, e não precisei de ficar internada. O médico receitou apenas medicamentos para as dores, e afirmou que não era preciso ser operada. Vi o livramento de Deus, mas, mesmo assim, não quis voltar.

Acabei por fazer alergia à medicação. A língua ficou inchada, negra, não conseguia falar, o maxilar saiu do sítio, não conseguia respirar, fui levada para o hospital, onde tiveram que me anestesiar. Vi toda a minha vida passada em escuridão, tudo o que tinha feito de mal, as minhas más atitudes… até que se fez escuridão, tudo se apagou, senti-me perdida. De repente, vi uma luz branca sobre mim e ouvi uma voz: ‘descansa, já está tudo bem.’ Quando fechei os olhos, senti paz e calma. Horas depois, quando acordei, estava tudo normal, já sorria e sentia-me bem.

Voltei para casa. No primeiro dia, não consegui dormir, comia tudo triturado, já que não podia mastigar. Foi, então, que decidi procurar ajuda no Centro de Ajuda. E Deus mostrou-me a mudança! Dormi como não dormia há muito tempo, senti uma ‘fome sobrenatural’ e comi. Tudo em mim mudou, em todas as áreas da minha vida!”

Maria Nunes
Costa da Caparica