Sandra

latest-blue-vintage-background-background-patterns-others“Vir ao Centro de Ajuda salvou a minha vida”

Sandra tinha vários problemas de saúde desde criança e, depois de adulta, os problemas familiares eram uma constante. Com um marido alcoólico, não conseguia ser feliz…

“Desde criança que era uma pessoa muito doente. Tinha várias alergias na pele que me deixavam cheia de feridas, sofria de dores de cabeça desde os três anos e tinha asma.
Depois de adulta, casei, tivemos filhos e começaram a surgir os problemas em casa. O meu marido começou a beber muito e sempre que o via bêbado ficava muito nervosa e havia sempre discussões tão violentas que partíamos tudo em casa. Além de todos os problemas de saúde que já tinha, havia também todos estes problemas no casamento que se arrastaram durante cerca de sete anos.
Durante todo esse período nunca fui feliz… O meu marido tratava-me mal, nunca me dava atenção, nem aos filhos. E foi desta forma que cheguei ao Centro de Ajuda (CdA).
Um dia, fui visitar a minha avó e havia pessoas na rua a evangelizar. A minha avó, que já tinha ido ao CdA, incentivou-me a ir e disse que eu ia ficar bem.
Na altura, disse que não acreditava em Deus mas fui. A verdade é que desde a primeira vez que coloquei os pés no Centro de Ajuda, há 20 anos atrás, tudo começou a mudar e eu quis esse Deus”, conta Sandra.

A chegada ao Centro de Ajuda
“Além de todos os meus problemas, também fui abandonada pelo meu pai e culpava Deus por todas as coisas más da minha vida. Durante três semanas seguidas, fui ao CdA, mas depois havia qualquer coisa dentro de mim que me fazia sentir medo. Deixei de ir e só passado um ano é que voltei.
Mas quando voltei, voltei com toda a minha força! Comecei a viver tudo aquilo que nos ensinavam, a priorizar o Espírito Santo, mesmo quando ainda não percebia muito aquilo que me era transmitido, sabia que era o Espírito Santo que eu queria, queria a presença de Deus.
Fiz tudo o que tinha que ser feito para O receber, que incluía meditar na Palavra de Deus, deixar de ser nervosa, ter domínio próprio e a conseguir dominar o meu eu.
As minhas alergias afetavam-me o rosto e, um dia, estava sentada numa reunião e comecei a sentir a minha pele a ficar suave. Nunca mais me esqueci desse momento!
Os problemas familiares foram ultrapassados quando me consegui dominar e deixei de ser nervosa. Comecei a agir de forma completamente contrária à que agia antes. Quando chegava a casa e via o meu marido bêbado, não discutia, não ficava nervosa e fazia aquilo que me ensinavam no Centro de Ajuda.
Tratava bem o meu marido, mesmo não sendo essa a minha vontade ao vê-lo naquele estado… Sentia uma paz dentro de mim que me dava forças para fazer tudo ao contrário do que fazia antes. Foi aí que tudo começou a mudar”, garante.

A Fogueira Santa
“A primeira vez que ouvi falar na Fogueira Santa, disseram-me que era o tudo por tudo de Deus e resolvi participar pela minha família, para o meu marido deixar de beber e passar a existir paz
em casa.
Percebi que, ao darmos o nosso tudo estamos a demonstrar que confiamos em Deus e Ele dá-nos também tudo. Fiz o maior Sacrifício que podia fazer e a resposta chegou uma semana depois.
O meu marido começou a frequentar também o Centro de Ajuda e, apesar de no início ainda beber um pouco, nunca mais o
vi bêbedo.
Um mês depois já não tocava mais no álcool e disse, inclusivamente, que sentia nojo da bebida e não podia nem sentir o cheiro. Vir ao Centro de Ajuda há 20 anos atrás salvou a minha vida!”, afirma Sandra, finalmente feliz.

Sandra, CdA da Amadora (Rua Heróis da Aviação, nº 2)