Anjos da Noite saem à rua para ajudar os que mais precisam

anjo_noiteUm trabalho de um grupo voluntário do Centro de Ajuda que pretende minimizar o sofrimento e as necessidades daqueles que vivem na rua.

O frio, a solidão, a fome, a falta de amparo, o choro solitário, a sensação de que se bateu no fundo e de que não há como se levantar… Só conhece, verdadeiramente, esta realidade, quem, em alguma altura da sua vida, já viveu nas ruas.

O trabalho que o grupo de voluntários Anjos da Noite faz, consiste na alimentação (sopas, pão, chá quente, etc), na doação de roupas e, também, no trabalho evangelístico, levando uma palavra de esperança e conforto aos menos favorecidos.

As pessoas a quem os Anjos da Noite se dirigem estão sempre à espera de uma mão amiga, não apenas para lhe dar de comer, mas também para lhes transmitir uma mensagem de Fé e de esperança, pelo que não é de estranhar que cada vez que o grupo se aproxima haja uma grande adesão. O trabalho e voltado para a reintegração das pessoas que vivem na rua para a sociedade.

Ajudar é a missão

Numa noite como tantas outras, os moradores da rua que estavam no centro de Lisboa receberam atenção, uma palavra amiga, uma sopa quente para ajudar a aquecer e uma manta para ajudar a vencer as noites frias. Quem se encontra numa situação de total desamparo ou desespero, por vezes não espera e nem pede muito, mas apenas o suficiente, que lhes permita suportar mais uma noite.

O trabalho mais recente foi realizado na praça de Táxis do Rossio, onde um grupo de cerca de 50 voluntários ajudaram perto de 40 pessoas, dando-lhes o alimento espiritual através de orações e da imposição de mãos, ajudando assim quem precisava de desabafar e de ânimo.

Além disso, ofereceram também roupas, agasalhos para o frio e cobertores, bem como sopa e chá quente, que pode parecer pouco mas que se torna muito para quem não tem nada. “Tinha tudo mas devido a discussões e zangas com familiares comecei distanciar-me da família e, com a crise financeira que se instalou, perdi todos os meus bens, acabando sozinho e sem nada”, conta uma das pessoas que ali estava.

A missão dos Anjos da Noite é exatamente essa, fazer com que pelo menos uma vez por semana, os moradores de rua sintam que não estão sozinhos nem desamparados.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Beti Responder 22 Junho, 2016 às 21:51

Dou sopa 1 vez por semana aos moradores de rua em frente à igreja da Sé, gostaria de ajudar mais, porém não tenho condições, se alguém poder ajuda eu agradeceria muito.