Anjos em ação na noite

Anjos_pontinha_povoaTodos os dias há novos sem-abrigo em Lisboa, porque não conseguem um emprego nem pagar uma renda

Considera-se pessoa sem-abrigo aquela que, independentemente da sua nacionalidade, idade, sexo, condição socioeconómica e de saúde física e mental, se encontre sem teto (vivendo no espaço público, alojada em abrigo de emergência ou com paradeiro em local precário); ou sem casa (encontrando-se em alojamento temporário destinado para o efeito).

Os motivos mais destacados para a entrada na situação de sem-abrigo, segundo o estudo “Situação de Sem-Abrigo e Inclusão Laboral: o valor do trabalho e das relações”, do Instituto de Psicologia Cognitiva e Desenvolvimento Vocacional e Social da Universidade de Coimbra, são a falta de rendimentos (42,3%), ruturas familiares (40,8%), desemprego (39,6%) e perda da habitação (22%).

Os sem-abrigo representam a forma mais extrema e complexa de exclusão, e é por isso que o Centro de Ajuda da Igreja Universal em Portugal promove um trabalho de amparo e solidariedade aos sem-abrigo, por meio dos voluntários do grupo “Anjos da Noite”. Todas as terças-feiras à noite, os voluntários deslocam-se aos locais onde, frequentemente, estão os sem-abrigo, levando-lhes comida, roupa, calçado, cuidados de saúde, e uma mensagem de Fé.

No dia 11 de agosto, na Gare do Oriente, em Lisboa, os cerca de 50 voluntários das regiões da Amadora e Póvoa de Stº Adrião atenderam cerca de 100 pessoas, que foram beneficiadas com sopas, sandes, agasalhos e atendimentos espirituais.

Seja um voluntário também! Para participar, procure pelo grupo de Evangelização no Centro de Ajuda mais próximo!

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *