Trabalho social em destaque nos Olivais

social_olivaisO Campo desportivo dos Olivais recebeu dezenas de voluntários do Centro de Ajuda, que se disponibilizaram a ajudar as centenas de pessoas presentes.

Crianças, adultos, idosos, homens e mulheres… Foram centenas de pessoas que se dirigiram ao Campo Desportivo dos Olivais, para participarem num evento especial dedicado ao trabalho social.
Apoio jurídico, cuidados pessoais e cuidados médicos, foram os três serviços disponibilizados às centenas de pessoas presentes. A maior carência revelou-se ser na área da saúde.
“Das pessoas que tive a oportunidade de fazer avaliação, a maior parte sofre de hipertensão. Estamos a fazer controlo da tensão arterial e da glicemia, ou seja, dos níveis de açúcar no sangue. Temos verificado que algumas pessoas ou estão a ser mal acompanhadas ou não cumprem o tratamento que lhes foi prescrito”, refere a doutora Albertina Vieira, uma das médicas presentes.
“Muitas pessoas não têm acesso a este serviço que estamos aqui a prestar. São pessoas carentes e estamos aqui para orientar e ajudar”, acrescentou.
“Estes são cuidados de saúde de que necessito e se não for o Centro de Ajuda (CdA) a prestar neste tipo de eventos, torna-se difícil ter acesso. Uma consulta com o médico de família leva muito tempo, chegamos a estar dois e três meses à espera”, conta uma das pessoas presentes no evento.

Crianças e cuidados pessoais
As crianças também não foram esquecidas e a EBI esteve presente para animar os mais pequenos com pinturas faciais e diversas atividades. “Estas atividades são muito importantes para estas crianças que já vêm de uma vida sofrida, de uma vida que não é fácil, e aqui podemos proporcionar-lhes momentos de alegria, de descontração, diferentes daquilo que vivem no dia a dia”, refere Giselle Santos, voluntária do CdA.
Houve ainda espaço para os cuidados pessoais e várias pessoas aproveitaram para usufruir de alguns cuidados de beleza, aos quais, de outra forma não teriam acesso.
O pastor Pedro Alvarenga, sublinhou que o objetivo principal do evento foi o de mostrar às pessoas que há sempre esperança e que todos podem mudar o seu futuro.
“De uma forma geral, as pessoas estão muito desacreditadas delas próprias, da sociedade em geral, de Deus e do futuro das suas vidas. Este tipo de iniciativas visam ajudar as pessoas mas, sobretudo, despertar dentro delas uma esperança que possa levá-las a mudar o seu futuro. Queremos mostrar-lhes que têm o poder de mudar as suas vidas”, referiu.
O fim do evento foi ainda marcado pela doação de cestas alimentares que vão possibilitar a muitas dessas pessoas terem uma refeição.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *