Mensagem

32º Dia da Quarentena do Jejum de Jesus

familia
Me perguntaram outro dia qual foi o momento que mais me orgulhei em relação ao meu pai, e, pensando na resposta, me deparei com momentos em casa, na mesa da cozinha, no sol na varanda, na cadeira de seu escritório, no carpete de seu quarto, nas máquinas da academia…

Meu pai conversa sobre a Obra de Deus toda vez que almoçamos, lanchamos e jantamos juntos. Quando o sol sai em São Paulo, ele fica na varanda do nosso apartamento meditando na Bíblia. Meu pai sempre senta no seu escritório tanto para ler a Palavra de Deus quanto para escrever a respeito, e, de lá, ele liga para os seus companheiros e fala a respeito da Obra de Deus. E, às vezes, eu o vejo de joelho no carpete do seu quarto, orando. Todos os dias pela manhã, logo após o seu programa de rádio, o meu pai persevera na academia e cumpre o seu dever com o seu corpo…

As pessoas pensam que as coisas mais impressionantes que meu pai conquistou são as coisas mais admiráveis sobre ele, mas eu digo: o meu pai é uma pessoa admirável e, por isso, ele faz o que é admirável.

São nas pequenas rotinas do dia a dia que podemos ver as grandes qualidades de uma pessoa de Deus… sua dedicação ao seu Chamado, sua dependência de Deus, sua Fonte de inspiração, seu zelo pela Obra, sua perseverança nos momentos mais difíceis, seu amor na prática, e sua fé que confia.

Só quem é admirável pode fazer o admirável.

Só quem se faz como alguém extraordinário pode ter o extraordinário.

E você só é admirável se for tudo o que conquista dentro de casa também.

Feliz aniversário, Universal!

Colaborou: Cristiane Cardoso

Bispo Edir Macedo
bispomacedo.com.br

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Clayton Silva Responder 13 Julho, 2014 às 1:39

Um exemplo de vida em tudo