Mensagem

A auxiliar que todo homem quer

homem_mulhercda

“…far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea.”

Gênesis 2.18

Deus não fez simplesmente uma mulher para o homem. Ele fez uma auxiliadora idônea. Se buscarmos a fundo o significado dessas duas palavras, iremos encontrar como sinônimos delas, respectivamente, “quem providencia o que falta” e “capaz”.

Logo, podemos afirmar que Deus criou para o homem alguém capaz de providenciar o que lhe falta. Percebemos que a mulher exerce um papel essencial e indispensável ao homem, de tal maneira que, sem ela, falta-lhe algo, sem o qual ele não pode viver.

Uma auxiliar providencia aquilo que é básico, vital, e que não pode faltar de modo algum. Se ela fosse responsável por providenciar o supérfluo, seria dispensável, e Deus não precisaria criar uma para o homem. Então, qual seria a necessidade mais básica, vital e indispensável do homem, a não ser o seu pão de cada dia?

A mulher auxilia o homem no seu pão de cada dia desde o seu nascimento. Ao nascer, ele já se apega ao seio da mãe, sedento pelo alimento que lhe dará a energia necessária para viver e se desenvolver.

Quando ele cresce, continua tendo essa necessidade suprida pela sua mãe, que diariamente prepara suas refeições. Mas devido à ação do tempo, a mãe não poderá suprir essa necessidade do seu filho para sempre. É aí que entra o papel da esposa: ela substitui sua sogra no que diz respeito ao suprimento da necessidade do homem. Por isso, também está escrito:

“Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.”

Gênesis 2.24

O que todo homem quer de sua mulher é que ela exerça esse papel instituído pelo próprio Deus, de forma simples e corriqueira, mas de extrema importância para sua vida. Esse é um jeito eficaz de estreitar o relacionamento entre o casal, por ser algo constante, e, embora rotineiro, muito significativo. Tais momentos, cuidados e atenção suprem muito mais do que a necessidade física do homem, mas também a afetiva, psicológica e espiritual.

A assistência que a esposa dá ao seu marido dentro de casa faz com que ele recarregue suas energias para poder vencer e dominar o mundo lá fora.

Uma verdadeira auxiliadora providencia o que falta, e não foca em buscar aquilo que já se tem. Sua preocupação está em preencher as lacunas vazias, e não em querer fazer o mesmo que o marido.

Além disso, ela está sempre atenta à necessidade do seu companheiro, porque nisso se resume o verdadeiro amor. E, acima de tudo, ela se dispõe a cumprir o papel designado por Deus, não se deixando levar pelo papel que a sociedade impõe a ela. Essa sim, é a auxiliar que todo homem quer – e precisa.

Bispo Edir Macedo

Tags: ,

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

3 comentários

Ana Paula Peres Da Silva Responder 20 Julho, 2015 às 19:26

É verdade, Deus é sublime instituiu a mulher no papel certo, afinal se a mulher nesse mundo estivesse no seu verdadeiro papel, não existiriam tantos problemas nos casamentos, como acompanhamos na terapia do amor, simplesmente porque a sociedade institui para os mente fraca que eles devem seguir algo e as pessoas caminham por esse
abismo que mesmo sendo ruim para
eles, eles continuam. E nao acreditam que as pessoas conseguem viver bem a dois em familia, Bispo e fundamental para nós cristaos ou não cristaos termos bons exemplos de casais como temos em nossa Igreja. Que os
casais da IURD continuem abençoando seu povo.

Luis Prenda Responder 20 Julho, 2015 às 23:47

Atualmente comenta-se a natureza humana e divina, unir uma mulher ao homem respeita a moral divina porque foi a genese do espirito humano e vontade de Deus. Mas na sociedade dos nossos dias existe casamentos do mesmo sexo(feminino/masculino) tem um significado positivo no aspeto divino? Auxiliar o homem/mulher perante o amor de Deus seria viver a vida com mais significado, porque o imortal recria-se(espirito/carne)perante a verdade de Cristo ou Deus.

Albertina Vieira Responder 24 Julho, 2015 às 12:10

Não há dúvidas que a mulher conquistou um espaço na sociedade que lhe permite ser mais valorizada. Mas, é no casamento /família que está a base da sociedade. O que se tem verificado é o aumento do nº de divórcios cuja causa principal é a falta de cumprimento da direcção de Deus. “A mulher sábia edifica (auxilia) a sua casa….” Prov. 14:1. Aqui também vemos como é importante o papel da mulher como auxiliadora do marido.