Mensagem

A glória do homem

gloria_homemNinguém vai ao médico se não estiver doente;
Ninguém procura luz se não estiver no escuro;
Por mais intensa que seja a luz, não se resolve o problema do cego.
Por mais alto que seja o som, não se atende à necessidade do surdo…

Ninguém pode ser salvo se não se considerar perdido.
Ninguém conhece o SENHOR Deus por acaso.
Há de existir uma razão pela qual a criatura busque e encontre-O.

Jó era íntegro, reto, temente ao Senhor e se desviava do mal;
Atendia às exigências espirituais e morais que agradavam ao SENHOR.
Mas não O conhecia.

Foi necessária a permissão Divina para que o diabo o ferisse e criasse necessidade de conhecer a Grandeza do SENHOR, que Jó cria, mas não conhecia.
E esboçasse necessidade de Salvação.

O diabo ajudou o Senhor?
Não. Mas Deus aproveitou o mal para fazer o bem.

Os invejosos irmãos de José o venderam como escravo.
Intentaram o mal contra ele. Mas Deus o tornou em bem para salvar muita gente.

Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como vedes agora, que se conserve muita gente em vida. Gênesis 50.20

A estupidez satânica criou as condições necessárias para Jó conhecer a Deus.

Ele continua sendo estúpido.
Cria a mesma situação de desespero para a humanidade.
Mas esta tem desperdiçado a oportunidade de achar-se perdida para buscar Salvação.

Deus é o mesmo, o diabo é o mesmo e a humanidade é a mesma.
Deus continua querendo salvar e proporcionar vida de qualidade e eterna;
O diabo continua querendo matar, roubar e destruir;
O ser humano continua perdido nos seus dilemas físico-emocionais e esquece o espiritual.

Assim diz o SENHOR: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem o forte, na sua força, nem o rico, nas suas riquezas; mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em Me conhecer e saber que Eu Sou o SENHOR e faço misericórdia, juízo e justiça na terra; porque destas coisas Me agrado, diz o SENHOR. Jeremias 9.23,24

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *