Mensagem

A grandeza de Sua Majestade

deus

Quando contemplo os Teus céus, obra dos Teus dedos… Salmo 8.3

Só quando se é nascido da água e do Espírito se tem a ideia do que o rei Davi viu nos céus e pôde contemplar.

Quantas vezes olhamos para o céu e não vemos mais do que o sol, a lua e as estrelas?

Quantas vezes ficamos maravilhados diante de tão grande esplendor?

Qualquer trovador, em versos, exprimiria os sentimentos mais profundos da alma. Porém, tudo como resultado de mera visão física.

Davi, não.
O rei conseguiu ver além da visão ótica.

Viu o Invisível. O impossível.

Voltou ao passado infinito, vislumbrou a obra da Criação do Todo-Poderoso.

Viu os dedos do Altíssimo criando estrelas, o sol e a lua como as mãos habilidosas da vovó na criação de seu crochê.

Davi podia ver a Grandeza do Eterno porque o Espírito do Eterno o possuía por inteiro.

Os possuídos pelo Espírito do Criador têm visão, têm sonhos e não são limitados na criação.

Os possuídos pelo Espírito de Deus não têm limites na sua fé.

Salvo quando essa fé é contaminada pelos sentimentos.

Paulo chama atenção dos que se limitavam por causa dos próprios afetos ou sentimentos. 2 Coríntios 6.12

CUIDADO!!!

Bispo Edir Macedo
bispomacedo.pt

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *