Mensagem

A infalibilidade do Templo

fachada41

Agora, pois, ó meu Deus, estejam os Teus olhos abertos, e os Teus ouvidos atentos à oração que se fizer deste lugar. 2 Crônicas 6.40

Encontramos nesses versículos uma variedade de situações que um ser humano pode enfrentar, cuja solução é encontrada nas orações feitas no Templo ou com o corpo voltado para o Templo, de onde estiver. A oração de Salomão foi o decreto da infalibilidade do Templo.

Temos vários exemplos de coisas extraordinárias que aconteceram, depois que orações foram feitas no Templo ou voltadas para o Templo.

No Templo: Tendo Ezequias recebido a carta das mãos dos mensageiros (de Senaqueribe), leu-a; então, subiu à Casa do SENHOR (Templo), estendeu-a perante o SENHOR e orou ao SENHOR… Isaías 37.14

Então, saiu o Anjo do SENHOR e feriu no arraial dos assírios a cento e oitenta e cinco mil; e, quando se levantaram os restantes pela manhã, eis que todos estes eram cadáveres. Isaías 37.36

Fora do Templo: Daniel, pois, quando soube que a escritura estava assinada, entrou em sua casa e, em cima, no seu quarto, onde havia janelas abertas do lado de Jerusalém, três vezes por dia, se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus, como costumava fazer. Daniel 6.10

Chegando-se ele à cova, chamou por Daniel com voz triste; disse o rei a Daniel: Daniel, servo do Deus Vivo! Dar-se-ia o caso que o teu Deus, a quem tu continuamente serves, tenha podido livrar-te dos leões? Então, Daniel falou ao rei: Ó rei, vive eternamente! O meu Deus enviou o Seu anjo e fechou a boca aos leões, para que não me fizessem dano, porque foi achada em mim inocência diante dEle; também contra ti, ó rei, não cometi delito algum. Daniel 10.20-22

De fato, coisas extraordinárias aconteceram e continuarão acontecendo com aqueles que oram no Templo ou voltados para ele. A fama do Templo era e é de que TODAS as orações feitas nele ou com a vida voltada para ele certamente são atendidas por Deus. Não há chances de não ser!

Porém, sabe-se que orações desacompanhadas de FÉ, não são atendidas, nem no Templo. A manifestação da FÉ é a razão pela qual as orações são infalíveis. Certamente, as orações feitas no Templo pedem por algo extraordinário. Se não for assim, a pessoa pode orar na sinagoga (igreja). Daí, entendemos o que aconteceu naquele dia em que o Senhor Jesus “purificou o Templo”. (João 2.14-16)

Qual foi o motivo que O levou a agir daquela forma? Foi o zelo pela “reputação” do Templo. Visto que o Templo sempre foi marcado por orações que foram atendidas por Deus, o sacrifício, que é a maior expressão da fé, tinha que ser perfeito. O que irou o Senhor Jesus foi encontrar aqueles homens vendendo animais para os judeus que não temiam a Deus, e em vez de trazerem os animais com eles na viagem, que muitas vezes era longa (parte do sacrifício), estes vinham e compravam os animais para serem sacrificados ali mesmo no pátio do Templo. Muitos vinham de outras nações, com moedas estrangeiras, e daí a necessidade de cambistas. Aquela cena, IROU o Senhor Jesus, pois, com tais sacrifícios, como poderia Deus atender as orações feitas no Templo? Este erro foi a razão de Deus não poder agir no meio do Seu povo, desde o tempo do profeta Malaquias até João Batista (aproximadamente 400 anos).

Agora, pois, suplicai o favor de Deus, que nos conceda a Sua graça; mas, com tais ofertas nas vossas mãos, aceitará Ele a vossa pessoa? – diz o SENHOR dos Exércitos. Malaquias 1.9

O Templo tem que ser respeitado, e aquele que nele entrar para obter o extraordinário, por meio de oração, deve apresentar o sacrifício perfeito!

O próprio Senhor Jesus diz: Depois, entrando no templo, expulsou os que ali vendiam, dizendo-lhes: Está escrito: A Minha Casa será casa de oração (atendida). Lucas 19.45

O Templo é infalível, SE o sacrifício nele apresentado não apresentar “falhas”!

RandalFilho1

bispo macedo
Bispo Edir Macedo
bispomacedo.com.br

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *