Mensagem

A veste falsificada

veste_falsEstamos nos preparando para a Festa do Rei, que acontecerá no próximo domingo.

E já sabemos que a única exigência para participar dessa festa é vir trajado de fé, que é representada pelas vestes nupciais mencionadas em Mateus 22.11. Mas é importante atentarmos para o estado da nossa veste nupcial.

Muitos são os que têm trajado uma veste falsificada, ou seja, que têm vivido uma fé falsa. Essas pessoas crêem em Jesus, conquistam algumas bênçãos, são assíduas na igreja, mas, dentro de si, carregam coisas contrárias à Palavra de Deus. E carregam não porque não têm consciência de que estão errando, mas simplesmente porque preferem errar.

Aos olhos de quem está ao seu redor, elas parecem possuir uma fé pura – e, suas vestes parecem perfeitamente originais -, mas Deus consegue enxergar a mágoa que está em seu coração, os seus maus olhos para com os demais, o orgulho, o egoísmo, as más intenções, o relaxamento espiritual, a fé emotiva, a inconstância, a indefinição, e tudo o mais que as tornam indignas de participar da festa promovida por Deus.

Devemos lembrar que a Festa do Rei não será simplesmente um evento na igreja, mas um evento no Reino dos Céus. Nem todos os que entrarem no espaço físico da igreja conseguirão entrar no espaço espiritual da Festa. Por isso, se você vier com uma veste falsificada, estará valorizando uma experiência humana e desprezando a experiência espiritual. Então, não espere gozar dos mesmos benefícios que aqueles que vieram com as vestes nupciais originais irão gozar. Nenhum bispo, pastor ou obreiro irá expulsá-lo da igreja, mas certamente o próprio Deus o expulsará do banquete e do Reino que Ele preparou.

“e perguntou-lhe: Amigo, como entraste aqui sem veste nupcial? E ele emudeceu. Então, ordenou o rei aos serventes: Amarrai-o de pés e mãos e lançai-o para fora, nas trevas; ali haverá choro e ranger de dentes. “

Mateus 22.12

E, se alguém insistir em tentar enganar o Organizador da Festa, não poderá dizer que foi expulso de surpresa.

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 comentários

Carla Araujo Responder 16 Junho, 2015 às 11:11

A humildade e a sinceridade em primeiro lugar em assumir que tipo de veste há dentro de mim, foi o que me fez enxergar e “consertar” muitas coisas em mim. Ou se assume a fé ou vive-se frustrada.

Andréia Guedes Responder 17 Junho, 2015 às 14:07

nós temos q esta com a vestes limpas diante de DEUS.
Para podermos receber o seu ESPÍRITO.