Mensagem

Alguém acreditou em mim – Nádia

nadia força jovem iurd

Tudo começou quando eu tinha apenas 12 anos, fui levantada a obreira, sim eu era muito jovem, o pastor ficou até em dúvida para me levantar por causa da minha idade, mas ele acabou me levantando, pois eu demonstrava uma certa maturidade. Fiquei como obreira até os 14 anos, porém comecei a estudar e quase não colocava mais o uniforme, minha comunhão com Deus era praticamente nula, mas eu achava que estava bem, até namorei com um obreiro na época.

Eu vivi enganada por anos, ajudava na igreja, mas o meu coração não estava mais no altar, comecei a dar ouvidos para a voz do meu coração, tinha pensamentos como: “Para que ser obreira, se você nem coloca uniforme? Você mal vai a igreja, melhor ser um membro salvo, do que ser um obreira e ir para inferno…”

Eu achava que a minha comunhão só dependia da igreja física, grande ilusão.

Decidi largar tudo e ir para mundo, terminei com rapaz que eu namorava na época e fui entregar meu uniforme, o pastor ainda tentou me ajudar a não cometer tal erro: “Obreira, pensa bem, não deixe o diabo te enganar” – disse ele. Mas mesmo assim eu quis entregar o meu uniforme, na verdade eu já estava abrindo mão da minha salvação.

Sem querer, sem perceber, não demorou muito e eu saí da igreja, nem como membro consegui ficar. O desejo de conhecer o mundo era maior do que tudo, meu coração estava enganado pela voz do diabo. Comecei a ficar com homens, a conhecer bebidas, cigarros, mas não era suficiente, eu precisava de mais, então comecei a ficar com mulheres. A partir daí comecei a beber muito mais, até cair pelas ruas, errava até o caminho de casa, fumava até ficar sem ar, usava todos os tipos de droga: maconha, cocaína, lança-perfume, ecstasy, quase tive uma overdose. Ficava com quem eu queria, na hora em que queria, me transformei em um homem. Fiquei com mais de 80 mulheres, cheguei a tirar muitas delas de outras igrejas, inclusive, fiquei com uma ex-obreira.

Eu era muito vazia, todos os dias antes de dormir pedia perdão para Deus por tudo que eu fazia, mas eu não sabia por onde começar a mudar a minha vida, pois já estava com 18 anos e não via chance de mudança. Depois disso veio a depressão, medo e muita angústia, comecei a colher os frutos que eu mesmo havia plantado, mas ainda não tinha chegado ao meu fundo de poço, precisei sofrer mais para voltar. Em uma noite, estava angustiada, com meu coração muito acelerado, mãos geladas e boca seca, acho que minha pressão estava muito baixa, pedi que minha mãe me levasse ao médico, quando chegamos lá, para minha surpresa, ele disse: “Você não tem nada, a sua saúde está ótima, você precisa passar pelo psiquiatra, é como se o seu cérebro estivesse doente, mas você não tem nada, é coisa da sua mente .”

Naquele momento, vi que precisava de Deus, pois a minha alma estava doente por estar longe da presença dEle. No outro dia, quarta-feira, estava decidida a voltar para os braços do Pai, mas assim que acordei veio um desejo muito forte de me matar e acabar com tudo, me ajoelhei no vaso do banheiro e disse: “DEUS, SE REALMENTE O SENHOR EXISTE, ME AJUDE A RECOMEÇAR”. Naquele momento me veio uma força, fui para a Universal com minha ex-namorada e um amigo. No domingo, me batizei e terminei com ela, para nunca mais voltar.

Hoje, cheia do Espírito Santo, estou livre de tudo: vícios, vazio, tristeza e homossexualidade, tenho paz interior e a verdadeira alegria. Sou universitária, e estou como obreira há 1 ano , namoro com um obreiro da minha igreja, e juntos ajudamos outros jovens com a nossa história.
Enfim, tenho uma vida totalmente transformada, de dentro para fora. O Espírito Santo me fez uma nova mulher, feliz e realizada.

Nádia

MarcelloBrayner5

bispo macedo

Bispo Edir Macedo

bispomacedo.com.br

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *