Mensagem

Cardiologia da fé

CardiologiaDaFeCardiologia é uma especialidade da medicina que realiza o diagnóstico e o tratamento de doenças que acometem o coração.

Se você deseja ver o Reino de Deus precisa passar por uma cirurgia de transplante de coração.

O transplante de coração é um procedimento cirúrgico realizado em pacientes em fase avançada de doença cardíaca. É a modalidade médica mais eficaz para prolongar a vida de pessoas com doenças cardíacas em fase terminal.

Jesus, nosso Cardiologista da fé, disse:

Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.

João 3.3

Nascer de novo é, nada mais nada menos, que o transplante de coração. A criança nasce com o coração saudável espiritualmente. Enquanto está na infância, ele é puro, limpo, mas, ao chegar à idade da razão, naturalmente começa a adoecer com o surgimento da malícia, da mentira, da mágoa, da fornicação, enfim, das contaminações deste mundo, daí a necessidade de substituí-lo por um novo coração dado pelo Próprio Deus.

… dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo…

Ezequiel 36.26

O Espírito Santo é o Único Cirurgião capaz de realizar esse procedimento com 0% de risco. Seu corpo jamais sofrerá rejeição do coração transplantado, pelo contrário, você terá uma nova e eterna vida, e Deus Se mostrará forte em todas as adversidades que vierem pela frente.

Porque, quanto ao Senhor, Seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-Se forte para com aqueles cujo coração é perfeito para com Ele…

2 Crônicas 16.9

Se você se encontra com o coração doente, cansado e sobrecarregado, o Senhor Jesus, o Cardiologista da fé, pode realizar essa cirurgia agora, neste momento em que você lê esta mensagem. Basta você fazer uma oração sincera e entregar-se 100% em Suas mãos e Lhe suplicar por um novo coração.

Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.

Mateus 11.28

Faça isso agora, vai, Deus é contigo!
Que Ele os abençoe.

Colaborou: Bispo Sergio Corrêa

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *