Mensagem

Casamento à moda antiga em Israel

noiva

Parte 6 – O NOIVO VEM BUSCAR A NOIVA

Assim que o pai do noivo via que a câmara nupcial estava pronta, ele dizia ao noivo que podia buscar a sua noiva. O noivo raptava a sua noiva secretamente, como um ladrão na noite, e a levava para o quarto que havia preparado. Quando o noivo se aproximava da casa da noiva, ele gritava e tocava o shofar (um trompete feito com um chifre de carneiro), dando à noiva uma espécie de aviso para recolher os seus pertences. O noivo e o seu amigo entravam na casa da noiva e levavam a noiva e suas damas de honra.

JESUS CUMPRIRÁ: O NOIVO VEM BUSCAR A NOIVA

Assim como o noivo vinha buscar a noiva no meio da noite, com um grito e o som de um shofar, o Senhor virá para nos buscar.
Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras. Mas, irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva; porque vós mesmos sabeis muito bem que o Dia do Senhor virá como o ladrão de noite. 1 Tessalonicenses 4.16,17; 5.1,2.

ANTIGAMENTE: SETE DIAS NA CÂMARA NUPCIAL

O noivo levava a noiva para o quarto de núpcias, onde ficariam durante sete dias. O amigo do noivo ficava esperando do lado de fora, à porta do quarto. Quando o casamento era consumado, o noivo contava ao amigo que estava à porta, e o amigo saía anunciando aos convidados que estavam reunidos. Os convidados celebravam durante sete dias até que a noiva e o noivo saíssem do quarto de núpcias.

A PARTE QUE JESUS CUMPRIU: SETE DIAS NA CÂMARA NUPCIAL

A antiga escatologia judaica ensinava que um período de sete anos de angústia viria sobre a terra antes da vinda do Messias. Durante esse período de angústia, os justos seriam ressuscitados e entrariam na câmara nupcial, onde estariam protegidos. Hoje, esse período de sete anos é conhecido como a Grande Tribulação.

CASAMENTO DE ANTIGAMENTE: AS BODAS

Após sete dias na câmara nupcial, a noiva e o noivo saíam para participar de uma festa com amigos e familiares. Havia muita alegria e celebração durante essa festa. A festa concluía a celebração do casamento.

A PARTE QUE JESUS CUMPRIU: AS BODAS

Assim como a noiva e o noivo comemoravam com um alegre jantar de casamento, Jesus e a Sua noiva, a Igreja, vão celebrar o casamento. E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! Pois já o Senhor, Deus Todo-Poderoso, reina. Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou. E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos. E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. Apocalipse 19.6-9

bispo macedo

Bispo Edir Macedo
bispomacedo.com.br

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *