Mensagem

Casamento à moda antiga em Israel

israel

Um Retrato do Messias

O que as Escrituras querem dizer quando se referem à Igreja como noiva e a Jesus como noivo? Será que só serve para indicar o amor de Deus pelo Seu povo?
Compreender as antigas práticas do casamento judaico ajuda a esclarecer as Escrituras. O casamento é um retrato da Nova aliança feita por Jesus. Revela Seus planos de voltar para a Sua noiva, a Igreja.
O povo do Antigo Israel entendia o que Jesus ia fazer porque entendia o modelo do casamento. A analogia do casamento entre o Senhor Jesus Cristo e a Igreja é descrito em Efésios 5.31,32:

Por isso, deixará o homem seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher; e serão dois numa carne. Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja.

A seguir, temos um resumo das práticas de noivado e casamento judaicos em tempos remotos. Através de um paralelo, podemos ver como Jesus cumpriu a parte do noivado e como Ele vai cumprir o restante quando vier buscar a Sua noiva, a Igreja.

CASAMENTO NOS TEMPOS BÍBLICOS: CONTRATO DE CASAMENTO E O PREÇO DA NOIVA

Quando um rapaz desejava se casar com uma moça no Antigo Israel, ele preparava um contrato ou acordo para apresentar à moça e a seu pai na casa dela.
O contrato mostrava a sua disposição de ser provedor para a moça. Então descrevia os termos do contrato que ele pretendia assumir.

A parte mais importante do contrato era o preço da noiva. O valor que ele estava disposto a pagar para se casar com ela. O pagamento deveria ser feito ao pai da moça em troca de sua permissão. O preço da noiva costumava ser bem alto. Os filhos eram considerados mais valiosos do que as filhas porque eram fisicamente mais capazes de ajudar no plantio e em outros trabalhos pesados. Mas o preço da noiva teria de compensar o gasto que a família da moça teve para criá-la. Além disso, o valor a ser pago tinha de provar o amor que o rapaz tinha por ela. A jovem era muito valiosa para ele. O rapaz ia à casa da moça com o contrato e fazia a sua oferta à moça e ao pai dela.

A PARTE QUE JESUS CUMPRIU: CONTRATO DE CASAMENTO E O PREÇO DA NOIVA

Jesus veio à casa de sua noiva (Terra) para apresentar o Seu contrato de casamento. O contrato de casamento apresentado por Jesus é a Nova Aliança, que concede o perdão dos pecados. Jesus pagou o preço da noiva com a Sua vida.

Ao partir o pão na última ceia, Ele falou do preço que estava pagando: Isto é o Meu corpo, oferecido por vós… Lucas 22.19. Jesus morreu como o preço da nova aliança: E, por isso, é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna. Hebreus 9.15, 1 Coríntios 6.19,20, 1 Pedro 1.18,19, Atos 20.28 e João 3.29.

O contrato de casamento, a nova aliança, é descrito em toda a Escritura:
[…] Mas este é o concerto que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o SENHOR: porei a minha lei no seu interior e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. […] Porque todos me conhecerão, desde o menor deles até ao maior, diz o SENHOR; porque perdoarei a sua maldade e nunca mais me lembrarei dos seus pecados. Jeremias 31.31-34.

bispo macedo

Bispo Edir Macedo
bispomacedo.com.br

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *