Mensagem

Como assim?

Ouça o Que o Espírito diz:

Como um pastor cuida do seu rebanho, assim o Eterno cuidará do Seu povo; Ele juntará os carneirinhos, e os carregará no colo, e guiará com carinho as ovelhas que estão amamentando.

Quem mediu a água do mar com as conchas das mãos ou mediu o céu com os dedos? Quem, usando uma vasilha, calculou quanta terra existe no mundo inteiro ou pesou as montanhas e os morros numa balança? Quem pode conhecer a mente do Deus Eterno? Quem é capaz de Lhe dar conselhos? Quem Lhe deu lições ou ensinamentos? Quem Lhe ensinou a julgar com justiça ou quis fazê-lO aprender mais coisas ou procurou Lhe mostrar como ser sábio? Para o Eterno, todas as nações do mundo são como uma gota de água num balde, como um grão de poeira na balança; Ele carrega as ilhas distantes como se fossem um grão de areia.

Em toda a região do Líbano, não há animais suficientes para um sacrifício como Deus merece, nem árvores que cheguem para os queimar. Para Ele, as nações não são nada; na presença dEle, elas não têm nenhum valor. Com quem Deus pode ser comparado? Com o que Ele Se parece? Ele não é como uma imagem feita por um artista, que um ourives reveste de ouro e cobre de enfeites de prata. Quem não pode comprar ouro ou prata escolhe madeira de lei e procura um artista competente que faça uma imagem que fique firme no seu lugar. Será que vocês não sabem? Será que nunca ouviram falar disso? Não lhes contaram há muito tempo como o mundo foi criado?

O Criador de todas as coisas é Aquele que se senta no Seu Trono no Céu; Ele está tão longe da Terra, que os seres humanos Lhe parecem tão pequenos como formigas. Foi Ele Quem estendeu os céus como um véu, Quem os armou como uma barraca para neles morar. É Ele Quem rebaixa reis poderosos e tira altas autoridades do poder. Eles são como plantas que brotaram há pouco e quase não têm raízes. Quando Deus sopra neles, eles murcham, e a ventania os leva para longe, como se fossem palha. Com quem vocês vão comparar o Santo Deus? Quem é igual a Ele? Olhem para o céu e vejam as estrelas. Quem foi que as criou? Foi Aquele que as faz sair em ordem como um exército; Ele sabe quantas são e chama cada uma pelo seu nome. A Sua força e o Seu poder são tão grandes, que nenhuma delas deixa de responder.

Povo de Israel, por que você se queixa, dizendo: “O Deus Eterno não se importa conosco, o nosso Deus não se interessa pela nossa situação”? Será que vocês não sabem? Será que nunca ouviram falar disso? O Eterno criou o mundo inteiro e o governa em todos os tempos. Ele não Se cansa, não fica fatigado; ninguém pode medir a Sua sabedoria. Aos cansados Ele dá novas forças e enche de energia os fracos. Até os jovens se cansam, e os moços tropeçam e caem; mas os que confiam no Deus Eterno recebem sempre novas forças. Voam nas alturas como águias, correm e não perdem as forças, andam e não se cansam.

Isaías 40.11-31

É possível ter livre acesso aos mananciais da Água da Vida e, ainda assim, beber de conta-gotas?

É possível ter acesso ao SENHOR Todo-Poderoso e viver de migalhas?

Tem sentido crer no Único Soberano Senhor dos Céus, da Terra e de todo o Infinito e viver uma vidinha medíocre e miserável?

Não! Não tem nenhum sentido!

“O que então me falta?” – diz você.
Minha amiga e meu amigo, falta a sua entrega total.

Se Deus não nos dá O Seu Espírito por medida, como haveremos de Lhe dar parte de nosso ser?

Deus não dá o Espírito por medida.

João 3.34

A razão de a pessoa não receber o Espírito Santo não é por ser pecadora ou não merecer, mas por falta da entrega total.
Só isso.

Jesus ensina:

… dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também.

Lucas 6.38

Será que é difícil entender que somos medidos de acordo com o que nós damos? Ou seja, da forma como damos também receberemos de volta.
Por isso, quem quiser receber a plenitude do Espírito tem de oferecer tudo de si.

Comentários

Gertrude Cardoso

Bom dia!
Não sou muito boa com as palavras, mas quero relatar como Deus falou comigo hoje, às 6h, com a ajuda do senhor na Palavra Amiga. Há muitos anos frequento a Universal, como disse, apenas “frequento”. Apesar de ter deixado de fazer muitas coisas erradas, ser dizimista, fazer os meus votos, estar na Igreja aos domingos e quartas, e ouvir das pessoas que eu mudei, parecendo até outra pessoa (até o modo como eu me visto hoje), mesmo com toda essa mudança, ainda vivia de altos e baixos dentro da Igreja. Mesmo assim, não aceitava que eu era simplesmente uma frequentadora. Hoje consegui ver que para seguir O SENHOR JESUS é preciso fazer o que Zaqueu fez. Eu quero VER JESUS. Falei com JESUS como nunca tinha falado. Não pedi o Espírito Santo, mas sim a Sua misericórdia, por estar há tanto tempo ouvindo a Sua Palavra e ainda não haver uma entrega, por eu não querer Lhe VER. Sei que Ele me ouviu, e me deu a certeza para continuar cavando o meu Poço para buscar a ÁGUA DA VIDA. Obrigada, meu DEUS. Obrigada também, bispo Macedo.

Miguel Saene

Bom dia, bispo Macedo.
Eu me chamo Miguel, sou moçambicano e moro na cidade de Maputo.
Por muito tempo vivi enganando a mim mesmo. E não foi pouco tempo, foram 5 anos na Universal, e nada mudava em minha vida. Eu obtive um rápido conhecimento da Palavra de Deus e, mesmo assim, nada. Eu não tinha interesse em andar com o Altíssimo, e era preguiçoso mental para meditar na Sua Palavra. Fiquei miserável em todos os aspectos, mesmo estando na Igreja, e até cheguei a morar na rua. Logo eu que cheguei a ser um grande e maior exemplo de aluno na minha escola e na região onde morei. Mas a minha vida não andava com Deus. Haja vista que miserável fui chamado e miserável permaneci.
Não entendia como eu, alguém com um mínimo de discernimento, podia desandar tanto!!!

A resposta veio com este Jejum de Daniel, pois já vejo a Mão de Deus se movendo a meu favor, o que dantes não acontecia, e até achava que Deus não queria mais saber de mim. Mas, agora que decidi buscá-lO, já vejo o Seu favor.

Pelas lutas que estou a enfrentar agora, sei dizer que estou no caminho do batismo com o Santo Espírito.
Agradeço ao Senhor Jesus pela longanimidade e benevolência para comigo, porque não mereço. Obrigado, bispo Macedo e demais homens de Deus em Maputo, em Moçambique e no mundo, pela disposição em serem usados pelo Senhor, porque eu, que não sou nada, fui alcançado. Que Deus os abençoe abundantemente em Nome do Senhor Jesus, que também passa a ser o meu Senhor.

Nathalia

Olá, bispo!
Eu fui criada desde pequena na Universal, mas ao crescer meus pais se afastaram e, com isso, ficamos anos longe da Presença de Deus. Nesse tempo, meu pai teve um AVC, e logo depois veio o câncer. Nisso tudo, uma obreira convidou minha irmã (atual obreira) para o FJU; minha irmã se firmou. Logo atrás foi minha mãe, depois meu pai. E eu acabei indo também, mas eu não ia por Deus, ia pela vontade dos meus pais, por eles insistirem. Até que eles pegaram firme, e eu me afastei de vez.
A minha vida estava sendo um inferno, pois meu pai estava com câncer, eu com convulsões, mas ainda assim o orgulho se fazia presente dentro de mim. Eu era idólatra de cantores, dava minha vida para ir atrás deles. Mas para ir buscar a Deus não fazia esforço algum, dizia que jamais iria voltar para a Universal. Bispo, eu dizia que estava feliz, mas não estava. Conforme meu pai piorava, eu também ficava ruim. Ele ficava meses internado, e eu com as crises convulsivas, sozinha em casa com minha irmã. Ela ia para a igreja e eu ficava em casa à toa, após a escola. E aconteceu que, depois de meses, meu pai retornou para casa, mas já bem debilitado pelos tratamentos. Obreiros vieram e o batizaram em casa. Foi lindo de se ver, bispo.

Obreiros, obreiras e esposas de pastores também me visitavam e me chamavam para ir à igreja, mas eu os tratava mal, com orgulho acima de tudo. Um dia, um pastor veio me visitar e me disse que eu estava mal espiritualmente, mas Deus estava de braços abertos para mim.

Bispo, eu me rebelei e tratava mal a todos, todos mesmo. Comecei a ver aranhas em meu corpo. As crises aumentavam, mesmo com os medicamentos, meu pai piorou do câncer. Assim, meses depois aconteceu que meu pai foi internado pela última vez, e eu comecei a me cortar, porque achava “legal”. Depois veio o falecimento dele, que foi o fim, pois eu não aguentei. Enquanto a família estava na igreja, eu chorava em casa, “conversava” com ele.

Logo depois, um núcleo de oração começou em casa. Eu me escondia no quarto, pois não queria participar. Mas Deus me chamava, e foi maior do que eu. Comecei a participar, voltei para a Igreja, definitivamente. Me agarrei a Deus, mas achava que apenas por buscá-lO eu seria curada das crises que ainda estava tendo.
Cheguei no Jejum de Daniel, que estava começando. Agindo pela emoção, eu quis fazer, mas do meu jeito. Dentro da igreja eu tinha maus olhos e comecei a pensar em me afastar.
As crises que tinham cessado, voltaram. Nunca manifestei, e não passava mal nas reuniões. Às vezes, uns arrepios, mas logo cessavam. Eu estava afastada mesmo estando dentro da Igreja. Para mim, Deus não me queria, Deus não me escutava. Queria servi-lO, mas fazia apenas a minha vontade.

Porém, na semana passada, algo aconteceu. Eu estava fazendo novamente o Jejum de Daniel do meu jeito, até que parei e pensei: “Onde isso vai me levar? Até quando vou ficar fazendo as coisas do meu jeito e querer que Deus olhe para mim?”
Comecei a sacrificar. Deixei, principalmente, de ver as séries de tevê, nas quais eu era viciada. Hoje já não sinto falta. Na quarta-feira, durante a busca, me humilhei a Deus. Pedi que me lavasse, porque eu queria conhecê-lO.
Bispo, uma alegria tomou conta da minha alma, que estava aflita há anos. Uma paz que nada é capaz de proporcionar, a não ser Deus! Eu chorava sorrindo. Já era um choro de felicidade, eu só queria que não acabasse mais. Queria continuar louvando, adorando a Deus. Ah, esse Jejum está me fazendo um bem grandioso, pois até agora estou sorrindo, estou em paz. Antes tinha incertezas, dúvidas, agora são apenas certezas, certeza da Salvação, do Espírito Santo, da minha cura. E só sei que quero cada vez mais de Deus em mim, bispo.

Rios de Água Viva fluem dentro de mim. Sinto uma vontade, um fogo dentro de mim, de levar para as almas o que eu sinto, o que se passa dentro de minha alma! Obrigada, bispo! Que o Senhor Deus continue abençoando cada vez mais ao senhor e à família. E a todos que continuam buscando, não desistam! Pois Deus está atento, Ele só quer que cavemos mais fundo o Poço, pois eu encontrei o meu Tesouro, esse Tesouro, é algo inexplicável!

Christiano Vasconcelos

Olá, bispo, boa noite!

Como o senhor falou nessa mensagem, muitas vezes cuidamos dos de fora, mas os de perto deixamos entrar em nossas vidas. Estive como pastor durante 8 anos, sempre fui muito dedicado na Obra. Desde obreiro sempre dava o meu melhor, então o tempo passou.

Eu não vigiei. Dei ouvidos ao espírito da morte em vez de ouvir o Espírito da Vida. Como era muito ativo, sempre vinha um ou outro falar: “Não é bem desse jeito, você quer chamar atenção da direção, etc.” Esses “amigos” sempre falando a mesma coisa: “Não precisa estar na rua direto, isso é coisa de quando éramos obreiros…”

Então comecei a ouvir e a deixar isso entrar em mim. Terminei saindo da Obra por uma besteira, na hora não entendi, mas hoje sim. Não foi o bispo ou o pastor que me tirou, e sim o Espírito Santo, pois deixei entrar em mim esse espírito. Me sufoquei, até três semanas atrás, quando ouvi falar do Jejum de Daniel. Estava dentro da Igreja e sufocado, morrendo por dentro. Minha alma querendo gritar e eu não a deixava. Até que comecei a ouvir o senhor todos dias, e fui me fortalecendo cada vez mais.

Bispo, hoje minha alma está em paz e aliviada, meus ossos estão sarados, sei que esse espírito de morte já não tem poder sobre mim. Vou lutar com todas as minhas forças para salvar o máximo de almas para o Reino de Deus.

Espero que esse desabafo possa evitar que outros servos caiam no mesmo erro que eu. Pois nas reuniões, enquanto o bispo ou o responsável está falando, um ou outro está dizendo “não é bem assim”. Não dê ouvidos a isso! Ouça a direção do Espírito Santo. Espero que o meu exemplo possa ajudar.

Leia mais:

1º Dia do Jejum de Daniel.
2º Dia do Jejum de Daniel.
3º Dia do Jejum de Daniel.
4º Dia do Jejum de Daniel.
5º Dia do Jejum de Daniel.
6º Dia do Jejum de Daniel.
7º Dia do Jejum de Daniel.
8º Dia do Jejum de Daniel.
9º Dia do Jejum de Daniel.
10º Dia do Jejum de Daniel.
11º Dia do Jejum de Daniel.
12º Dia do Jejum de Daniel.
13º Dia do Jejum de Daniel.
14º Dia do Jejum de Daniel.
15º Dia do Jejum de Daniel.
16º Dia do Jejum de Daniel.

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *