Mensagem

Depois disso, vale tudo

DepoisDissoValeTudoEle era um dos doze apóstolos. Viu Jesus transformar a água em vinho, andar sobre as águas, e O ouviu proclamar que é a Água da Vida. Mas se afundou e morreu sedento. Tinha suas falhas como qualquer dos outros onze. Uma delas, porém, foi a sua ruína.

Judas “era ladrão e, tendo a bolsa, tirava o que nela se lançava.”

(João 12.6)

O que caracteriza um ladrão? Ele toma para si o que é dos outros. Atitude condenável em todas as culturas, povos, crenças, e até entre ateus. Mas no caso de Judas, com uma agravante: ele roubava da bolsa de ofertas. Aquelas que as pessoas com fé, devoção e gratidão ofereciam a Jesus para o sustento da Obra de Deus. Não era apenas o dinheiro dos outros que Judas roubava. Ele tocava no sagrado.

Quando uma pessoa toca no sagrado, tudo para ela passa a ser permitido. Não há mais limites para errar. Considere o caso de Judas, por exemplo. Tendo perdido o temor pelo sagrado, não achava errado tirar para si da bolsa de ofertas. Daí para frente, nada mais era errado para ele. Trair Jesus por trinta moedas de prata? Aceito. Mentir e fingir publicamente uma preocupação com os pobres para roubar ainda mais? Aceito. Tirar a própria vida (o que há de mais sagrado) depois de ter sido descoberto como traidor? Aceito.

É assim. Depois que se toca no sagrado, vale tudo.

Deus designou certas coisas* como sagradas. A vida. As Escrituras. O Templo e seus utensílios. Os dízimos e as ofertas. O ministério dos que anunciam o Evangelho — entre tantas outras. Não é à toa que se percebe neste mundo guiado pelo mal uma crescente cultura de irreverência que busca apagar da mente das pessoas a consciência do sagrado. É a preparação para o final dos tempos. Para que se cumpra o que está escrito, as pessoas precisarão cometer maldades cada vez maiores, sem nenhum sentimento de culpa. Qual a melhor forma de garantir isso? Fazê-las perder o temor pelo sagrado.

Mas para quem está indo por esse caminho, vale um severo alerta de Jesus quando Se referiu a Judas:

“O Filho do Homem vai, como está escrito a Seu respeito, mas ai daquele por intermédio de quem o Filho do Homem está sendo traído! Melhor lhe fora não haver nascido!

Mateus 26.24

Melhor não haver nascido. Se há uma gota de temor Divino dentro de você, respeite o que é sagrado. Ou descubra as consequências sob seu próprio risco.

*Foi Ele quem designou estas coisas como sagradas: a vida (1 Coríntios 3.16,17), as Escrituras (Romanos 1.2), o Templo e vários utensílios (Levítico 22.2), o ministério de anunciar o Evangelho (Romanos 15.16) — e mais de 60 outras citações bíblicas.

Colaborou: Bispo Renato Cardoso

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *