Mensagem

Disciplina na fé

disciplina-706x410Soldados e oficiais devidamente alinhados na sua formação; uniformes impecáveis; botões reluzem com os raios de sol do meio-dia; as luvas, de um branco imaculado; as armas polidas e brilhantes…

Todos os detalhes haviam sido devidamente cuidados, com uma perfeição exemplar, e até a estatura e compleição física daqueles homens de guerra era muito similar.

Eles haviam sido escolhidos para prestar honras à bandeira do seu país e aos soldados caídos em combate.

Dois deles abandonaram a formação transportando uma grande bandeja na qual se encontrava a bandeira, cuidadosamente dobrada, ao milímetro, e pronta para ser içada e hasteada, recebendo honras da parte do rei e de todos os oficiais superiores que representavam o exército.

Quando o oficial encarregado desenrolou a bandeira e começou a içá-la ao som do hino nacional, tudo aquilo chamou muito a minha atenção e fez-me pensar naquela solenidade, zelo e dedicação. Podia ser visto naqueles homens um extremo respeito e cuidado na realização do seu trabalho, da coordenação no saudar da bandeira, ao erguer das espingardas cujas várias salvas disparadas em honra dos soldados mortos em combate atenderam à voz única do seu capitão.

Depois de observar essas imagens, pensei no zelo e disciplina que mantinham os antigos sacerdotes que serviram no Tabernáculo e, mais tarde, no Templo do Deus Vivo, “O Senhor dos exércitos de Israel”.

A passagem de Esdras 5.8 descreve-nos como os trabalhadores procediam durante a reconstrução do Templo de Salomão:

Seja notório ao rei, que nós fomos à província de Judá, à Casa do Grande Deus, a qual se edifica com grandes pedras, a madeira já está sendo posta nas paredes; e esta obra vai sendo feita com DILIGÊNCIA, e se adianta em suas mãos.

Este é o significado da palavra DILIGÊNCIA: esmero, prontidão, cuidado, zelo com que se quer fazer alguma coisa.

Assim deve ser o nosso serviço para Deus, para que seja aprovado, pois, se valorizamos tanto a disciplina, cuidado e diligência para honrar uma bandeira, quanto mais para honrar o nosso Deus!

É triste ver essa falta de zelo para com as coisas de Deus, na realidade, isso é um sintoma de declínio espiritual e falta de temor de algumas pessoas que estão entre os escolhidos de Deus.

Pense nisto obreiro (a): Será que você tem o mesmo cuidado com o seu uniforme? Sente-se tão honrado (a) como aqueles soldados em vesti-lo, para servir o seu Rei (Jesus) e a sua pátria (o Reino de Deus)?

Quantas vezes você já não terá lido este versículo que se refere aos últimos dias… certo?

E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.

Mateus 24.11,12

Você poderá pensar que este “amor (que) de muitos esfriará” refere-se aos incrédulos, mas, para que algo esfrie, teve primeiro que estar quente, não é verdade? O servo de Deus que está frio e acomodado deixa de apreciar a Santidade da Sua Obra. Os objetos sagrados para ele são apenas meros objetos, tratando-os de qualquer maneira, e já não se sente honrado em vestir o seu uniforme de obreiro (a).

Aquelas tarefas que realiza na igreja que, no passado, eram um privilégio para ele, agora tornaram-se um incômodo. O amor que este servo tinha pela Obra de Deus esfriou, pois não deu manutenção à sua espiritualidade e passou a realizar a Obra de Deus como se fosse apenas um trabalho qualquer.

Como é triste… Creio que devemos meditar sobre este assunto, pois nós somos responsáveis por zelar pela Obra de Deus, cuidar para que tudo seja feito como deve ser, sem nunca encobrir o que está errado, pelo contrário, sermos exigentes com a qualidade do que se oferece a Deus!

Ele não aceita ‘qualquer coisa’… e, se aquele que não tem o Seu Espírito dá o seu melhor para este mundo, que dirá nós, que temos o Espírito Santo?

Devemos dar o nosso melhor para Deus SEMPRE e não nos acomodarmos em fazer as coisas de uma forma medíocre!

Maldito aquele que fizer a Obra do Senhor fraudulosamente; e maldito aquele que retém a sua espada do sangue.

Jeremias 48.10

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 comentários

paula rodrigues Responder 1 Maio, 2016 às 17:39

Eu estava a ler , não sou obreira , mas em tudo nós temos que estar fardados com a fé , e ela , tem que ser limpa , pois como eu vou glorificar Jesus , aqueles que ainda não conhecem , se eu estiver de (aparência , condutas , comportamentos , etc) desarrumada , ou deixar a desejar….?

Elaine Cristina Responder 4 Maio, 2016 às 3:06

Verdade,muitas vezes fazemos a obra fe forma que já não vemos mais a santidade em tudo na cadacde Deus que Deus me perdoe quero fazer o melhor para o meu Amado