Mensagem

Elas desprezaram o espiritual

Ouça o Que o Espírito diz:

10virgin-706x411
Assim como muitos não querem investir no espiritual, a metade das virgens também não quis. Provavelmente, elas pensavam que a vida religiosa já era suficiente. E desprezaram o Azeite que mantém o fogo (fé) aceso. (Mateus 25.1-13)

É muito comum, nos dias atuais, as pessoas investirem na educação dos filhos, bolsa de valores, carreira, família, relacionamentos etc., pois estão pensando no futuro. Nada disso está errado. Porém, o mais importante é o espiritual. Por isso, estamos colocando toda a nossa força nestes 21 Dias do Jejum de Daniel.

Quando a pessoa está comprometida em receber o Espírito Santo, ela não dá nenhuma desculpa para não fazer o Jejum. O ano tem 365 dias, e como não podemos ficar longe do Facebook, YouTube, televisão e toda sorte de entretenimento por apenas 21 dias? E como era a vida quando o Facebook nem existia (já que ele foi criado em 2004)? E o YouTube (criado em 2005)? Como alguém pode dizer que não consegue viver sem eles? Temos de investir no espiritual.

As cinco néscias esperavam pelo noivo tanto quanto as prudentes. Fazendo um paralelo entre elas e as pessoas que não investem no espiritual, percebemos a mesma atitude. Quando o noivo chegou, as suas lâmpadas estavam apagadas e elas, desesperadamente, saíram para comprar o azeite. Elas tinham dinheiro para comprar o azeite, mas preferiram guardá-lo para investir em outras coisas.

E para que uma noiva guarda dinheiro? Atualmente, seria para comprar o vestido, recepção, joias, maquiagem, convites, bolo etc. E é exatamente o que muitos fazem: preferem investir no material, mas não no espiritual.

Essa é a oportunidade para investirmos no espiritual. E quem não investe, perde.

Quando as cinco néscias voltaram, a porta já estava fechada. E muitos, se não investirem em se derramar no Altar, através do sacrifício e entrega total, vão encontrar a porta fechada também. Em outras palavras, vão perder a maior oportunidade de transformar suas vidas.

Assim como as virgens sabiam onde encontrar o azeite, mas não o fizeram mais cedo, muitos sabem onde encontrar o Espírito Santo, mas precisam buscar agora.

Não deixe a sua vida espiritual apagada. Vamos buscar o azeite enquanto há tempo.

Comentários

Isabella

Olá, bispo. Tudo bem?
Eu nasci na Universal. Porém, eu cresci como um joio, não um joio comum, mas um joio que se olhava no espelho e via um trigo, além disso, mostrava para as pessoas esse “trigo”.

Eu via e ouvia os pastores, e até o senhor, falarem de um amor por Deus, e falavam disso com uma propriedade, com uma certeza que, por mais que eu tentasse repetir as mesmas palavras, não conseguia entender ou sentir nada dentro de mim.

Vivi assim, perdida e me enganando, por muito tempo. Contudo, pela infinita misericórdia do Senhor Jesus, Ele desceu sobre mim com o Seu Espírito quando eu fui sincera. Entreguei-me de corpo, alma e espírito.

Hoje, eu conheço e vivo esse amor pelo meu Senhor Jesus, um amor e uma adoração que nem todas as palavras do alfabeto conseguem expressar o quanto é maravilhoso.

Hoje, eu sou realmente um trigo que morreu para o mundo e reviveu para Deus, que precisou estar no fundo do poço para acordar e decidir mudar.
Neste Jejum de Daniel, tenho buscado mais de Deus, pois quero mudar ainda mais para glorificá-Lo.

Para aqueles que ainda não receberam o glorioso Espírito Santo, não desistam! Se você está desanimado, triste ou pensa em desistir é sinal de que está próxima, muito próxima, a descida dEle. Não desista agora!

Quando Josué estava prestes a entrar na Terra Prometida, ele se entristeceu pela morte de Moisés. Porém, Deus o fortaleceu e disse que seria com ele, como havia sido com Moisés. Ele não disse que seria fácil, por isso repetiu 3 vezes para Josué ser forte e corajoso. Então, creia! Não é fácil, mas a
recompensa é a melhor de todas: NUNCA MAIS TER SEDE!

Obrigada, bispo, pelo senhor nunca ter desistido e por amar tanto as almas.

Paulo César de Castro

Parabéns a todos os bispos e pastores da Universal e ao nosso Rei Jesus.
Cá entre nós, eu devo tanto a vocês! Deixei a idolatria, más companhias, bebidas, sofrimento, depressões, angústias, infelicidade e infidelidades no casamento etc. Eu devo, mas quero pagar ganhando almas, nem que seja ajudando a financiar, por enquanto. Assim que puder, vou pegar o meu arado e mandar os bois ararem.

Um abraço a todos da fé Universal. Mas vigiemos, porque nossos “amigos” e “irmãos” crentes são usados para baixar a nossa fé, nossa moral etc. Porém, 99% deles estão sofrendo e não querem parar de sofrer. Que pena!

Roselandia

Olá, bispo!
Não poderia deixar de compartilhar essa felicidade com o senhor. Estou no Jejum de Daniel e todos os dias ouço a Palavra Amiga, ao meio-dia, sempre focada no Espírito Santo. Mesmo tendo 15 anos de Igreja, ainda não havia tomado das Águas do Poço, pois ainda não tinha cavado o suficiente. Mas hoje pela manhã, estando só, pois meu esposo havia ido para o trabalho, filha para a escola e o filho para a Igreja, aproveitei. Entrei em meu quarto e comecei a falar com Deus. Me derramei aos Pés do meu SENHOR, coloquei tudo para fora, me humilhei de verdade, chorei muito, mas muito mesmo. Falei dos meus erros e pecados, reconheci minhas faltas diante dEle e pedi perdão.

Aí veio a certeza de que fui perdoada, em seguida comecei a buscá-lO como nunca o tinha feito. Eu disse: “Meu SENHOR, tenho sede e não saio daqui enquanto não me deres de beber. Não posso esperar até o dia 11, pois tenho sede agora, e o SENHOR falou que aquele que for a Ti de maneira nenhuma o lançará fora.”

Então busquei com todas as forças, em meio ao louvor e adoração algo aconteceu, comecei a chorar, só que não de tristeza mas de alegria. Eu chorava e ria ao mesmo tempo, naquele momento parecia que o mundo tinha parado, era só eu e meu Amado, que maravilha!

Algo inexplicável e uma certeza imensa, uma voz lá no meu interior que falou: HOJE HOUVE SALVAÇÃO NESTA CASA.
O ESPÍRITO SANTO me encheu, estou salva e posso cantar: “No poço Te encontrei e sede nunca mais terei.”
Bispo, agradeço a DEUS por sua vida, que Ele o abençoe a cada dia.

Nayra Guedes Abraão

Boa tarde, bispo!
Meu nome é Nayra, tenho 24 anos, e há 2 anos estou na Igreja. Bispo, cheguei com a vida destruída, perdi minha virgindade aos 10 anos e, aos 12 anos, fui vítima de abuso sexual cometido por um tio meu. Eu sentia ódio de tudo e de todos. Desde então, comecei uma vida de prostituição, pois não via valor nenhum em meu corpo. A minha vida era ficar de bar em bar e me entregar ao primeiro que aparecesse. Eu era cheia de demônios, um ser humano podre. Até que certo dia, quando já não aguentava mais sofrer, sentada na minha cama e chorando de tanta dor, eu falei para Deus: “Por favor, me ajuda, não aguento mais sofrer. Se for para continuar assim, eu prefiro que o Senhor me mate.” Na mesma semana, ao arrumar a casa, achei o livro “Nos Passos de Jesus”. Foi este livro que me evangelizou e que me fez ver a Verdade.

Ao chegar à Igreja, Deus me libertou de todo o sofrimento e me mostrou que tinha chance para mim. Porém, o pior aconteceu pela minha desobediência, por não sacrificar a Deus o que Ele me pedia, eu estava dentro da Igreja, mas distante de Deus. A tal ponto que cheguei a manifestar em casa e ter relações com encostos que prometeram deixar um fruto em mim.

Bispo, eu sei que Deus é misericordioso e me perdoa, mesmo eu sendo falha, pecadora, egoísta, orgulhosa e, às vezes, até incrédula. Determinei que neste Jejum irei receber o Espírito Santo, porém, tem algo que me incomoda e eu preciso tirar essa dúvida.

Certa vez, um encosto chegou a falar que eu tinha blasfemado contra o Espírito Santo, e, de fato, um certo dia, me veio um pensamento de ofensa ao Espírito Santo. Bispo, está escrito que a blasfêmia ao Espirito Santo não seria perdoada, tem como alguém perder a Salvação e continuar viva?

Resposta
Minha amiga, não se deixe levar por essa acusação diabólica. Se você tivesse pecado contra o Espírito Santo, não estaria buscando comigo remover suas dúvidas. Se você quer ficar livre das dúvidas é porque em você há fé. Essa fé vem do Espírito de Deus.
Outra coisa muito importante: os pensamentos malignos contra o Espírito Santo não têm nada a ver com a blasfêmia contra o Espírito Santo. Pensamentos vêm, pensamentos vão. São inevitáveis, impossível impedi-los de vir. Mas quando eles vêm, temos o poder de louvar ao Senhor Jesus e rechaçá-los.
A blasfêmia contra o Espírito Santo é falar contra Ele, xingá-lO ou FALAR PALAVRAS CONTRA ELE.
FOI ISSO QUE VOCÊ FEZ? Tenho certeza que não. Portanto, fique tranquila, porque Deus é contigo, desde que você continue com Ele.

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *