Mensagem

“Eu queria ser poderosa…”

AntesEu era complexada, me sentia rejeitada

A partir dos 13 anos comecei a fumar cigarro, beber e sair para “festinhas”, nas quais eu bebia tanto que nem me lembrava de como chegava em casa.
 Tive depressão profunda, tomava medicamentos tarja preta para dormir e mesmo assim não dormia. Tinha ataque de pânico, insônia, dores no corpo, dor no estômago, ouvia vozes e via vultos. Além disso, tive bulimia e anorexia, malhava 4 horas por dia, pois eu só me preocupava com o meu corpo, com a aparência. Queria ser a “poderosa”, queria chamar atenção de todos, me vestia de forma vulgar, com decotes e roupas curtas. Eu era infeliz.

O meu interior era vazio, me sentia angustiada, tive vários relacionamentos fracassados e me envolvi com muitos homens; me sentia usada. Eu era triste, me sentia inferior e por isso pensei várias vezes em me suicidar, pois eu pensava que não tinha valor. Gostava muito de baladas. O meu prazer era viver o que o mundo oferecia, sem falar que eu mentia muito, era insegura e gostava de coisas ligadas ao espiritismo. Cheguei a colocar cartas. Com tudo isso, ainda havia as drogas: fumava maconha, usava cocaína, ecstasy e tantas outras drogas que cheguei a vendê-las para poder sustentar o meu vício.

Tinha prazer em sentir dor no meu corpo. Comecei aos 14 anos a fazer tatuagem, num total de nove tatuagens, e também colocava piercings, pois queria sentir dor. Quando ficava nervosa, eu chegava a me bater sozinha, pois a dor era um prazer.

depoisVivendo no inferno, com o meu casamento também destruído, em novembro de 2010 a história da minha vida começou a mudar. Conheci o trabalho da Universal, fui recebida pelo coordenador do Força Jovem aqui na Suíça, que me ajudou no meu processo de libertação.
 Ele acreditou em mim e não deixou de me ajudar em nenhum momento. 
Depois de quatro meses, recebi o Espírito Santo e meu interior foi totalmente transformado.

Não tenho mais nenhum vício, me libertei dos complexos, angústia, tristeza e desejo de suicídio. Fui livre de tudo e o meu casamento também foi restaurado.

Hoje eu amo e sou amada, e o mais importante é a minha Salvação, a presença de Deus em minha vida! Hoje sou feliz e realizada.

Elisangela – Força Jovem Suíça

Bispo Edir Macedo
bispomacedo.pt

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *