Mensagem

Futuro seguro

Reter, guardar, poupar não é sinônimo de um futuro seguro. O futuro garantido está justamente no oposto, em entregar, gastar, abrir mão, dar.

Não foi abrindo mão da parentela e de uma terra segura e bem familiar que Abraão se transformou no gerador de uma nação, garantindo assim o seu futuro?

A lei da entrega vai no sentido contrário aos pensamentos e ideais humanas. A humanidade está programada para guardar, segurar, reter e poupar para garantir o seu futuro. Para os naturais, reter é sinônimo de velhice segura, mas, na Lei Divina, guardar é sinônimo de perder; e perder, de ganhar.

Pois, quem quiser salvar a sua vida por amor de Mim perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por amor de Mim, achá-la-á.

Mateus 16.25

A qualidade da oferta (entrega) garante o futuro do ofertante; depositar no Altar é investimento seguro e próspero a curto, médio e longo prazo hoje, amanhã e depois de amanhã.

O bispo Macedo e a dona Ester são os exemplos mais atuais que temos, pois um dia ambos decidiram se entregar, derramar o pouquinho que tinham em um Altar invisível, pois nem mesmo existia um Altar material, como hoje temos de referência. Tal como Abraão, que caminhou para um lugar invisível, iniciando ali sua entrega.

A entrega do bispo e da dona Ester lhes garantiu uma velhice cheia de amor, carinho, atenção e cuidados. Muitos desejam lhes dar um copo de água, outros sonham em poder presenteá-los com algo que os faça feliz, outros fazem orações por eles e toda a sua família…

Os três filhos do bispo não garantem a ele uma velhice segura, não garantem o cuidado e a atenção no amanhã, mas a entrega que um dia foi feita por ele garante tudo isso e muito mais. Quantas são as pessoas que investem toda a sua vida nos filhos e hoje estão sós? Os asilos estão cheios de idosos cheios de filhos.

Se o bispo Macedo tivesse retido aquele emprego, e dona Ester, aquela vida aparentemente estável, hoje eles estariam sós; hoje eles teriam apenas o cuidado dos três filhos. Mas, por sua entrega, nasceu a nação Universal, e, com ela, milhões de filhos que sempre irão ampará-los.

E tudo isso não é pelo nome que ele tem ou por ser o dono físico de uma imensa instituição, não! Pois o mundo está cheio de megabilionários solitários que nem mesmo seus filhos os suportam, e os demais só lhes prestam favor se forem pagos. Perdendo eles sua fortuna, perdem também os favores. A entrega da vida traz tudo o que precisamos. A oferta não permite que o ofertante conheça a solidão.

A oferta nos multiplica!

Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.

João 12.24

No tocante ao ato de entregar, Deus desconhece qualquer número que não seja 100. Entregar 99% é igual a zero para Ele; 10%, 20%, 50% não existe no momento da sua entrega. Ou é tudo ou nada. Deus não entende a linguagem dos 99%. Ou é 100% ou nada.

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *