Mensagem

Graça ou Desgraça?

imgaltura

O diabo sabe que não precisa tirar uma pessoa da igreja para tirá-la da presença de Deus. Basta convencê-la de que qualquer esforço para manter a Salvação conquistada pela fé (não doada) é desnecessário, já que se afirma por aí que: “uma vez salvo, salvo para sempre”, e que “estamos na era da graça”, como se esse período fosse uma autorização para cometer todo tipo de sujeira, de imundícia.

Com isso, muitas pessoas que já haviam decidido andar pelo caminho reto, santo e desviando-se do mal, começaram a relaxar em sua espiritualidade. E acabaram, assim, voltando ao mundo de perdição, de iniquidade, arremessando de volta sua alma no inferno – e sem precisar sair da igreja!

E qual é a arma que o diabo usa a seu favor? Esse discurso maldito de que a “Salvação é pela graça de Deus”, feito por alguns pregadores que têm uma vida dissoluta e que buscam aliviar sua consciência pesada gerando outros caídos como eles.

Sutilmente o diabo tem introduzido no meio evangélico a ideia de que estamos na graça e não na Lei; que qualquer pensamento de fé do Antigo Testamento foi cancelado pela “graça” de Jesus; que qualquer sacrifício pela fé é inútil por causa da “graça de Deus”; que devido à “graça de Deus” não há necessidade de “violentar” a própria vida para ser salvo.

Em outras palavras, os fariseus, saduceus evangélicos hipócritas esquecem os textos de Jesus em Mateus 11.12; 16.26, e outros, para fixar a fé na doutrina facilitada de que a Salvação é pela graça, ou seja, sem qualquer sacrifício pessoal, sem qualquer negação aos desejos da carne, em nada.

Como evitar a nossa queda?

Não misturando os vinhos; não parando para ouvir a serpente; não se distraíndo com outras propostas.

Vou ser sincero com vocês: se não houver uma programação nossa, da Universal, seja de rádio ou TV, e eu precisar decidir entre um programa religioso de outro segmento ou de esporte, prefiro o esporte, ou então desligo, para blindar o maior patrimônio adquirido com Deus – minha Salvação e minha Fé!

Leia abaixo e vigie!

“O que ocorre é que alguns indivíduos se infiltraram em nossas comunidades (as Escrituras nos advertiram que isso aconteceria). Eles têm aparência de espiritualidade, mas não passam de canalhas sem escrúpulos. O objetivo deles é substituir a graça pura do nosso Deus por pura libertinagem, afastando-se de Jesus Cristo, nosso Único Mestre”. Judas 1.4

GuaracySantos1

bispo macedo
Bispo Edir Macedo
bispomacedo.com.br

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sem comentários

André dos santos - frança Responder 4 Fevereiro, 2014 às 14:18

Bom dia sr bp, é como o apóstolo Paulo falou: combati o bom combate,acabei a carreira,guardei a fé ( sacrifício ); a cada dia nós temos que lutar pela nossa salvação. Na fé.