Mensagem

Não pode ser uma coincidência

Sacerdote em hebraico é Kohanim. O livro de Levíticos, de onde vinham os sacerdotes, é Vayikra, e quer dizer chamados ou escolhidos. Eles são chamados para ministrar. Eles foram escolhidos para levar os sacrifícios a Deus.

Nos 5 livros de Moisés: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. O livro de Levítico é o centro da Torá. Torá quer dizer seta que aponta para um objetivo específico, conhecer, mostrar a direção a Deus, conhecimento ou revelação.

Dois livros anteriores ao de Levítico são Gênesis e Êxodo, e a cada 50 letras contadas nos dois livros da esquerda para a direita aparece a palavra TORÁ. Nos dois livros posteriores acontece a mesma coisa, a palavra Torá está em todos os livros, escrita da direita para a esquerda.

O número 50 na Bíblia representa o círculo completo, a plenitude, o júbilo, a perfeição do Espírito de Deus.

Conclusão:

Para se conhecer a Deus, é necessário que haja sacrifício. Sendo assim, a Torá aponta para os sacerdotes (levitas), os escolhidos, pois os sacerdotes eram os únicos que levavam os sacrifícios a Deus, para que assim o povo O conhecesse.

Fomos feitos nação de sacerdotes (os que verdadeiramente conhecem a Deus pelo Sumo Sacerdote Jesus), para levar a humanidade ao conhecimento de Deus, que é, no hebraico, a palavra Torá que aponta para o centro. Dessa forma, o único jeito de alguém conhecer a Deus é sacrificando, sem sacerdote não há sacrifício. Melquisedeque abençoou Abrão. Ali, Deus foi revelado a Abrão e este entregou as primícias ao Sumo Sacerdote.

Colaborou: Bispo Aroldo Martins

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *