Mensagem

Não procure fora, porque ele pode estar dentro

Estava fechado dentro da sua própria casa, por isso perdeu a visão. A sua natureza era traiçoeira, por isso convidou Neemias para ir ao Templo, mas não para sacrificar… riscos

Para se esconder, sim, para se esconder. Semaías era um homem, um suposto sacerdote que, todavia, não tem de ser, necessariamente, uma pessoa. Quem seria, então, este Semaías espiritual? É o nosso e o seu “Eu”. E o que faz o nosso “Eu”? Ele está constantemente tentando se esconder, pois retrata as nossas fraquezas, o nosso ponto fraco, os nossos receios, o medo de errar, de ser chamado à atenção, de fracassar, de não ter força suficiente, de ser comparado com os outros etc. É por esse motivo que a tendência do nosso “Eu” é esconder-se, fugir, não enfrentar o perigo, como Neemias disse:

Homem como eu fugiria? E quem há, como eu, que entre no Templo para que viva? De maneira nenhuma entrarei.

Neemias 6.11

O que disse o Senhor Jesus?

Ide! Eis que Eu vos envio como cordeiros para o meio de lobos.

Lucas 10.3

Ou seja, a nossa vida é, diariamente, colocada em risco. Somos enviados para a morte todos os dias, realidade que o nosso “Eu”, obviamente, não deseja enfrentar. “Não vá para Jerusalém, pois irão Te matar…”, disse Pedro ao Senhor Jesus Cristo, inspirado por Satanás.

Pois bem, este é o nosso “Eu”, o Semaías que existe dentro de nós, cuja tendência é se esconder, se afastar e fugir de onde está o perigo. Por isso o Senhor Jesus repreendeu não Pedro, mas Satanás, que estava usando o “Eu” de Pedro.

É ESTE SEMAÍAS, O NOSSO “EU”, que procura esconder-se por trás de um título, de uma aparência de suposta religiosidade, santidade, palavras e, até mesmo, da Obra de Deus (Semaías convidou Neemias a esconder-se no Templo). Então, o nosso “Eu”, muitas vezes, procura esconder-se por trás daquilo para que, supostamente, foi designado. Não se esqueça de que Semaías fora um profeta que, eventualmente, se desviou daquilo para que tinha sido designado.

Por isso, fique atento, pois, a qualquer momento, o seu Semaías vai tentar fazer com que você se esconda dos desafios, das dificuldades, da oposição. Na verdade, ele vai tentar fazer com que diante de tudo você tema pela sua vida e comece a pensar no futuro. Era precisamente isso o que Semaías estava tentando fazer quando convidou Neemias a esconder-se no Templo, isto é, ele queria levar Neemias a pensar em si mesmo, no seu futuro, em manter-se vivo o máximo de tempo possível. E é isso que o nosso “Eu” tenta fazer: desviar a nossa visão da Obra e da Palavra de Deus, que é “morrer” (figurativamente) todos os dias para nós e para o mundo, para viver para o Senhor Jesus!

Por isso, não procure por Semaías fora de si, olhe para o seu “Eu”, pois é lá que ele está… e se esconde!

Não foi por acaso que o Senhor Jesus disse:

Aquele que for Meu discípulo, negue-se a si mesmo tome a sua cruz e siga-Me.

Mateus 16.24

Colaborou: Bispo Júlio Freitas

Bispo Edir Macedo

bispomacedo.pt

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *