Mensagem

O convencimento do Espírito

Convencimento_ES

Não é novidade que a maioria das pessoas vive uma vida aquém dos Mandamentos de Deus.

Sabemos que os incrédulos costumam julgar as Orientações do Altíssimo como desnecessárias, uma vez que consideram comum tudo aquilo que Deus condena. Mas por que isso acontece? Por que as pessoas do mundo não consideram o pecado como pecado? Por que elas confundem a justiça com a injustiça? E por que não creem no Juízo de Deus?

Todas as perguntas têm somente uma resposta: porque o Espírito Santo não as convenceu do que são essas três coisas.

É por isso que muitas pessoas que frequentam as igrejas vivem na libertinagem pensando que a graça de Deus irá livrá-las do inferno. Pelo mesmo motivo, vários religiosos pensam que Deus irá abrir uma exceção para eles, por exercerem algum cargo ou terem algum título em certa denominação. É também pela falta desse convencimento que a sociedade vive como se nunca fosse prestar contas de suas obras a Deus.

Mas vale a pena lembrar que não é pelo fato de o Espírito Santo não ter convencido essas pessoas que a culpa pela perdição delas seja de Deus. O SENHOR tem todo o poder para convencer, mas somos nós que damos as condições para que Ele o faça. Afinal, está escrito que Deus não faz acepção de pessoas (Atos 10.34), mas que devido à dureza e à falta de arrependimento, os incrédulos acumulam contra eles mesmos a ira (Romanos 2.5). O fato de não ser convencido por Deus é a maior prova de que falta o desejo sincero de querer conhecê-lO.

Se você convive com esse tipo de pessoa e já tentou convencê-la da verdade, provavelmente não obteve sucesso. E nunca obterá. Mas não fique chateado com isso, porque não é esse o seu papel – é o papel do Espírito Santo. E, se por acaso, você conseguiu fazer alguém mudar de opinião, pode ter certeza de que esse não se converteu de fato, porque foi convencido por um ser humano, e não por Deus. E o primeiro que vier com um argumento melhor do que o seu conseguirá convencê-lo do contrário novamente.

Por isso, nunca se esqueça de fazer do seu coração um lugar propício à ação de Deus. Não permita que a humildade que você manifestou no início se perca com o passar do tempo. Combata diariamente toda raiz de orgulho, de egoísmo e autossuficiência. Enquanto assim proceder, estará convencido acerca de toda a Palavra do Altíssimo e trilhará o caminho da fé. Caso contrário, será convencido pelo diabo, porque o seu coração estará propício à ação dele, e, a passos largos, você correrá pelo caminho da morte.

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *