Mensagem

Organismo da Fé

organismo2

“Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, constituem um só corpo, assim também com respeito a Cristo. […] Ora, vós sois Corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse Corpo.” 1 Coríntios 12.12, 27

Sabemos que para alguém ser obreiro é necessário que tenha construído sua vida sobre os fundamentos da fé cristã. Por exemplo, entregar sinceramente a vida ao Senhor Jesus, batizar-se nas águas, nascer de Deus, ser batizado no Espírito Santo, ser fiel dizimista, etc.

Porém, infelizmente, na prática, nem sempre é possível ver no comportamento de muitos a confirmação dessas experiências elementares de uma pessoa convertida.

Para o bom andamento do corpo, cada órgão tem a sua função: os rins filtram o sangue para purificá-lo; os pulmões são responsáveis pela respiração; o estômago faz a digestão de todos os alimentos ingeridos; e assim seguem os demais órgãos numa sincronia perfeita, contribuindo para o funcionamento do corpo. Porém, quando um desses órgãos fica doente, logo se percebe sintomas de dor, febre, inchaços, etc. E quando há a presença de um elemento desconhecido nesse organismo, os órgãos gritam e anunciam que há algo estranho no meio deles, até que seja expelido.

Atenção, obreiros e todos os que dizem fazer parte do corpo do Senhor Jesus!
Será que você, que está se comportando mal – tendo atitudes reprováveis por quem lhe cerca e pela sua própria consciência, e não tem contribuído para o perfeito funcionamento do corpo de Jesus neste mundo – faz parte desse organismo, de verdade? Ou você é um corpo estranho infiltrado no organismo do nosso Senhor? Se for, cedo ou tarde, caso não se conserte, será expelido naturalmente.

O Espírito Santo é o Espírito desse Corpo, e o Seu Filho é a Cabeça. CUIDADO! Esse alerta é para todos os bispos, pastores e respectivas esposas, auxiliares, membros, enfim, todos os que têm o nome de ‘cristão’.

Deus os abençoe,

SergioCorreia1

bispo macedo

Bispo Edir Macedo
bispomacedo.com.br

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *