Mensagem

Parecia impossível eu mudar…

ANTES-1

Aos 10 anos de idade, comecei a sentir o desejo de ser homem e passei a me vestir como tal, queria me sentir segura e protegida. Aos poucos passei a fazer disso um “estilo de vida” e a me envolver com pessoas erradas. Com isso cheguei a ser ameaçada de morte pelo pior traficante do bairro onde morava. Além disso, era muito nervosa e agredia fisicamente minha mãe. Gostava muito da minha sobrinha, a tratava como irmã mais nova, até que um dia ela passou a namorar escondida e todo amor que eu tinha por ela, se tornou em ódio.

Nos meus momentos de raiva, bebia vinho representando o sangue da minha sobrinha e do namorado dela, ouvia uma voz que falava para matá-la enquanto ela dormia. Na hora não conseguia, mas a voz insistia, então para não fazer nenhuma bobagem decidi mudar de cidade. Abandonei a faculdade e fui embora, mas o ódio aumentava cada vez mais. Eu chorava todas as noites, não comia, não tinha paz.

Depois de um tempo e de muito sofrimento, voltei para minha cidade e pedi ajuda para minha mãe, que decidiu internar-me em um hospício para fazer tratamento psiquiátrico, pois eu era esquizofrênica e perigosa. Dentro de mim havia uma luta muito grande, pois não queria agir assim, era como se existisse uma outra pessoa dentro de mim. Chorei muito e não aceitei ser internada como uma louca, pois em momentos de lucidez eu era uma jovem normal, mas quando dominada pelo ódio, me transformava.

Então disse pra minha mãe que queria ir para a Universal. Lá comecei a participar das reuniões, ainda que com o coração um pouco fechado, permaneci, e aos poucos, através do cuidado das obreiras, fui abrindo o coração, até que despertei e me entreguei por inteiro. Fui totalmente liberta do ódio, mágoas, vontade de matar, tristezas, angústias, vícios. Enfim, quando tive um encontro com Deus, tive a minha vida totalmente transformada. O Espírito Santo me transformou por dentro e por fora, e hoje posso dizer que sou feliz. Sou universitária, tenho paz com a minha família, e alegria de viver.

Juliana Aires – RS/Pelotas

depois-1 MarcelloBrayner

bispo macedo
Bispo Edir Macedo
bispomacedo.com.br

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *