Mensagem

Pérfidos!

perfidos-706x410Ouça o que o Espírito diz aos pérfidos:

Meu povo, Eu Me lembro de quando você era jovem. Como você era fiel e como Me amava quando éramos recém-casados! Lembro como Me seguiu pelo deserto, por uma terra onde não havia plantações. Povo de Israel, você era só Meu; era sagrado como o primeiro trigo colhido e oferecido a Mim. Eu castiguei todos os que fizeram você sofrer e fiz cair o mal sobre eles… Que defeito os seus antepassados acharam em Mim para Me abandonarem?

(BLH Jeremias 2.2-5)

Preocupa-me o incrível número de ex-obreiros, ex-pastores, ex-bispos, ex-esposas dos mesmos, enfim, ex-fiéis ao Senhor Jesus que têm migrado pelo mundo afora.

Esses “ex” são como o povo de Israel que desprezou a honra de ser o primogênito, as primícias ou os dízimos do Deus Altíssimo para se transformar em restos do mundo.

Por que rejeitaram a condição honrada oferecida pelo SENHOR, a exemplo de Esaú? Qual o motivo?

Maldito aquele que fizer a Obra do SENHOR relaxadamente! Maldito aquele que retém a sua espada do sangue!

Jeremias 48.10

Provavelmente, no exercício de suas antigas funções no Reino de Deus, por alguma razão, foram relaxados. Ao invés de darem o melhor de si para os aflitos, os desprezaram.

O que retém a espada do sangue diz respeito àqueles que fazem a Obra do Altíssimo na base do sentimento e não da fé. Os gerados pelos sentimentos são como a palha: qualquer ventinho os leva para longe.

Os que tentam fazer a Obra de Deus na base dos sentimentos preferem o beijo da mentira ao tapa da verdade.

Por conta disso, também vieram a naufragar na fé. E hoje, perambulam por aí como zumbis. Conhecem bem a Palavra de Deus, mas se submetem à do diabo. Pior, ainda tentam arrastar outros consigo.

Digo isso para alertar os novatos na fé. Cuidado com os profetas velhos! Têm cara, vestes e jeito de pastores, mas, por dentro, são como lobos vorazes.

Jesus adverte Seus seguidores:

Eis que Eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes (espertos) como as serpentes e símplices como as pombas.

Mateus 10.16

Comentários

André

Olá, Bispo!

Sempre fui um jovem cheio de dúvidas e muito emotivo. Estou na Universal há 9 anos e sou obreiro há 6 anos, mas, mesmo assim, sempre carreguei dúvidas, traumas e medos dentro de mim. E o pior é que isso sempre me levava a olhar para o meu passado, e assim caí várias vezes em tentação com pornografia e concupiscências da carne. Isso feria minha alma, eu pedia perdão, vestia o uniforme, mas lá no fundo eu sabia da minha lepra espiritual. Participei de todos os Jejuns de Daniel, mas, por ser emotivo, sempre achava que havia dado o meu “melhor”, porém, nunca tive um encontro real com DEUS.

Neste Jejum resolvi dar um basta em tudo isso, bispo. Não aguentava mais minha imagem no espelho, não aguentava mais a vida de mentiras e enganação que eu estava vivendo. Era muito difícil usar aquela máscara todos os dias, enganar a todos, menos a mim mesmo. A cada Palavra Amiga que escutava, eu me entregava, me humilhava e pedia a misericórdia de DEUS. Comecei a meditar na Palavra e meus olhos foram se abrindo, fui vendo o quanto eu estava perdido, uma dracma perdida. Dentro da igreja, mas totalmente longe de DEUS.

Hoje, algo curioso aconteceu. Estava no centro de convivências da universidade, onde faço mestrado, e, de repente, comecei a ver todos aqueles jovens rindo, brincando e senti uma dor no meu peito. Meu pensamento era: “Quantos desses jovens estão salvos? Quem vai falar de DEUS para eles? Todos se julgam tão inteligentes, cheios de titulação, como DEUS pode alcançar o coração deles?”

Na mesma hora, baixei minha cabeça e comecei a buscar. Não me importei se iriam me ver ou não, cobri meu rosto com as mãos, inclinei minha cabeça e pedi a DEUS o Espírito Santo! Eu queria ser quem levaria a Palavra àqueles jovens! Eu queria a capacidade dEle para poder pregar a essa geração! Para poder salvar aquelas almas! Eu queria a presença dEle para poder ser o homem de DEUS que Ele sempre quis que eu fosse.

Bispo, estava orando e, conforme as palavras saiam da minha boca, imagens da minha vida surgiam na minha mente, imagens de tudo de errado que fiz, da podridão em que eu vivia e do que DEUS estava fazendo na minha vida nesses dias do Jejum, em que tenho me entregado de verdade. De repente, sem sentir absolutamente nada, tive certeza! Certeza do perdão de DEUS, certeza de que DEUS era comigo! Certeza de que não estava sozinho, certeza de que minha vida vai mudar! Não ri, não chorei, nada. Mas uma certeza tremenda de que tudo vai ser diferente.

Agradeço a DEUS por esse propósito e por cada palavra do senhor, que tem aberto minha visão e me levado mais perto de DEUS.

Sigo firme no Jejum até o dia 11, e tenho a certeza de que poderei gritar aos quatro cantos: AH, QUE DIA!

Márcia Regina

Oi, bispo!
Tenho até vergonha de falar, mas sou membro da Igreja há 27 anos e não sou batizada com o Espírito Santo. Cheguei à Igreja doente e muito humilhada. Sempre priorizei minha vida financeira, sempre lutando para meu marido e eu prosperarmos, mas sempre frustrada. Falta de ensinamento não foi. Quando os pastores falavam para primeiro buscar o Reino dos Céus, eu escutava, mas não entendia. No meu coração havia uma revolta, achava que prosperando acabaria a humilhação.

Cansada de sofrer com a depressão, vazia e cheia de ressentimentos, me entreguei no JEJUM DE DANIEL. Nos primeiros dias, comecei a entender a importância de nos entregarmos para Deus. Com o passar dos dias, comecei a ter sede muita sede em receber o Espírito Santo. A minha prioridade agora é receber o Espírito Santo, agradar o meu Senhor e obedecê-lO. Estou muito feliz, vou me lançar na Fogueira Santa e, pela primeira vez, meu pedido vai ser somente espiritual. Quero ter um encontro com meu Deus, ser selada com o Espírito Santo. Obrigada, meu Deus, por ter tido paciência comigo e não ter deixado eu desistir nunca. Amo muito a família Universal e o senhor, bispo Macedo, nosso pai da Fé.

Resposta:
Minha filha, esqueça o passado. Vai fundo nesta fé e sacie sua sede nesta FONTE, enquanto se pode achar.

Jonatha Correa

Bispo Edir Macedo, minha alma se alegra por essa revelação que o Espírito Santo lhe concedeu: “Os sedentos convidados pelo Senhor são pessoas simples, escolhidas a dedo pelo Espírito Santo.”
Permita-me completá-la, em Nome de Jesus Cristo:

“…Bem-aventurado quem Tu escolhes e achegas até a Ti para que habite em teus átrios; seremos saciados com o bem da Tua casa, da santidade de Teu Templo.” Salmos 65.4

Falta uma semana para o término do Jejum de Daniel e já estou com saudades. Sim! Mil vezes, na fé do Jejum de Daniel!

Deus os abençoe, em Nome de Jesus.

Elenita Nunes

Olá, bispo.

Estou há muito tempo na Igreja, porém, nunca tinha conhecido Deus. Até hoje estava como muitos, enganada pelos meus próprios pensamentos, só esquentando banco, mas não aceitei essa situação. Entrei no Jejum de Daniel com tudo. De madrugada, fui batizada com o Espírito Santo. Chegou o meu dia. Ah, que dia!

Bispo, foi tão maravilhoso, estava buscando, quando veio uma imensa alegria. Até agora não paro de louvar e glorificar o Nome do nosso Deus. Tenho um desejo tão imenso de falar do nosso Deus para os outros. Aleluia!
Obrigada, bispo. Que Deus continue usando o senhor!

Miguel Praxedes

Meu amigo, bispo Macedo.
Que a paz do Senhor esteja com você, meu amigo.
Digo isso porque tenho o poder de abençoá-lo, porque foi através de suas palavras que hoje sou um soldado da FÉ! Eu poderia relatar em diversas linhas sobre a minha vida antes da FÉ, mas como você mesmo diz, e repete: Para que perder tempo lembrando das obras desse miserável, se o que temos agora é o deleite do Espírito Santo?!

Bispo, tudo se torna pequeno quando estamos como uma brasa incandescente. Eu tenho a convicção de que o poder de Deus está sobre a minha família e isso me dá paz, alegria e vontade para cada vez mais aniquilar o inimigo. Eu sinto nojo, pavor, retração por este destruidor covarde chamado Satanás. E tenho uma coisa pra lhe dizer, bispo, e foi o próprio Deus que me inspirou para lhe falar: Continue com a sua Palavra Amiga, pois existem milhões de pessoas com a sede do Espírito Santo e não sabem onde encontrá-lO. Continue dissipando e inspirando pessoas com a FÉ de Abraão, o pai da FÉ.

Meu amigo, minha vida está se transformando apenas porque todas as noites escuto as suas palavras abençoadas, juntamente com o seu raciocínio ungido, que me faz sentir o gozo do Espírito Santo. Oh, Glória, meu Deus! São sensações ímpares, não tem como descrever, bispo. Hoje estou formando uma amizade com Deus! Que maravilhoso isso, não é mesmo, bispo? Meu amigo, não sei como lhe pagar nessa vida pelo bem que me fez, mas como sou um soldado da Fé, eu o abençoarei, em Nome do Senhor Jesus! Diga amém, meu amigo!

Bispo, eu tenho a convicção de que o senhor vai ler o meu testemunho e vai relatar em algum blog, ou canal do Youtube. Tenho a certeza que vou ouvi-lo falar de mim e dos poderes de nosso Pai Amado!

Meu amigo, me chamo Miguel Praxedes, sou de Mossoró/RN. Sou administrador de empresas e acadêmico de Direito. Já determinei em minha vida que serei um novo magistrado para servir a justiça dos homens, mas com o amor justo de Deus.

Paulo Henrique

Olá, bispo. Eu venho aqui pra dizer que eu fui visitado pelo Espírito Santo, por meio de sua oração, bispo. Recebi uma alegria, paz e certeza do Espírito Santo. Esse Jejum de Daniel está me ajudando muito, tenho a certeza de que, no dia 11 de outubro, será o meu batismo com Espírito Santo e serei revestido com a Armadura de Deus.

Eu era um jovem rebelde, viciado em pornografia, com uma vida totalmente amarrada e, quando veio o Jejum de Daniel, tive aquele pensamento: “Ah, não preciso disso.” Mas, no domingo, quando estava na igreja e o pastor falou: “É para você que quer ser cheio da Presença de Deus.” Foi aí que eu disse: “Eu quero me dissociar do mundo e ter o Espírito Santo como meu Marido, nesse Jejum de Daniel.”
Estou vivendo nessa Fé!

Humberlandia

Bom dia, bispo!

Vou lhe falar um pouco sobre o que no momento me aflige. Neste Jejum, venho buscando a confirmação do Espírito Santo, pois o que tenho visto é que quem O recebe tem uma vida transformada em tudo. Eu vi, sim, a mudança em minha vida, sou uma pessoa completamente diferente, nova criatura, nasci de novo. Quem está mais próximo, e me acompanhou durante a jornada da minha vida viu e vê a diferença. Só que a diferença por completo eu ainda não alcancei. Por exemplo, na minha vida financeira não estou estabelecida, não está como no mínimo deveria. Tenho dívidas que ainda não paguei. Eu sei, bispo, que o Espírito Santo não irá descer e pagar minhas contas, até porque são consequências, frutos do que foi plantado quando eu era incrédula, mas tem de haver mudança.

Eu pedi direção para Deus, e Ele tem me dito que algo está errado. O problema está dentro de mim. Percebi que “eu”, meu espírito estava mole, (não o Espírito de Deus, mas sim meu espírito). Me revoltei para mudar essa situação. Estou cansada de estar precisando ser cobrada para fazer. Até aí, tudo bem, Ele me deu uma ideia e estou colocando em prática.

Deus, por meio do pastor, falou comigo novamente: “Alguma coisa ainda lhe falta!” Não enxerguei o que era, mas pedi que Ele me mostrasse. Tenho visto que o problema “dívida” insiste. Tenho feito votos com Deus, em quase todas as reuniões. Eu creio, eu quero participar e fico na fé que terei a minha oferta, quero dar, dar e dar… mas poucos são cumpridos. Às vezes, deixo de comer, pagar contas para cumprir, só que, de repente, me pego com vários votos sem cumprir, sem vida abundante, sem a diferença na vida financeira.

Bispo, quero ajuda! A meu ver é assim: quero dar, mas acabo prometendo além do que tenho. Isso é emoção? Fé exagerada? Não sei, só sei que estou com isso em pecado, veja o que diz na Bíblia: “Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração” (Tiago 4.8). Essa palavra nos foi dada no Monte, eu a tomei para mim. Estou em pecado com isso, mas no começo do versículo quando diz: “Chegai-vos a Deus, e Ele se chegara a vos outros…”, vejo que posso ainda me chegar a Deus. A direção que me veio à mente foi de juntar tudo, entregar aos pés do Altar, apresentar a Deus uma oferta de perdão e seguir em frente, sem mais cometer o mesmo. Fiz isso outra vez antes, mas só devolvi os envelopes vazios, e não ofertei nada pelo perdão de Deus. Creio que fui perdoada, mas agi com frieza, e outra vez me pego na mesma situação, mas quero me consertar. Não quero mais ser assim, não quero fazer o que acho, quero fazer o certo, quero ter o Espírito Santo, estou cansada disso, bispo, me ajude.

Mais adiante no versículo diz: ” Humilhai-vos na Presença do Senhor, e Ele vos exaltará” (Tiago 4.10). Quero me humilhar, vou me humilhar!

Aguardo a sua resposta, bispo.
Deus o abençoe!!

Resposta:
A fé inteligente não toma atitude impensada. Devolva seus envelopes de promessas não cumpridas e, a partir de agora, não prometa mais nada a Deus que não possa cumprir. Certamente você prometeu por conta da fé emotiva, por isso não pôde cumprir.
Esqueça o passado e comece a usar a fé com sabedoria. Plante…

Leia mais:

1º Dia do Jejum de Daniel.
2º Dia do Jejum de Daniel.
3º Dia do Jejum de Daniel.
4º Dia do Jejum de Daniel.
5º Dia do Jejum de Daniel.
6º Dia do Jejum de Daniel.
7º Dia do Jejum de Daniel.
8º Dia do Jejum de Daniel.
9º Dia do Jejum de Daniel.
10º Dia do Jejum de Daniel.
11º Dia do Jejum de Daniel.
12º Dia do Jejum de Daniel.
13º Dia do Jejum de Daniel.
14º Dia do Jejum de Daniel.
15º Dia do Jejum de Daniel.
16º Dia do Jejum de Daniel.
17º Dia do Jejum de Daniel.
18º Dia do Jejum de Daniel.
19º Dia do Jejum de Daniel.

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 comentários

Jose-Valencia -España Responder 9 Outubro, 2015 às 18:23

Buenas tardes obispo ese versículo bíblico es para siempre mantener nuestra barba en remojo
“Maldito el que hiciere indolentemente la Obra del SEÑOR,
y maldito el que detuviere de la sangre su espada. Jeremías 48:10
No podemos hacer la obra de Dios de cualquier manera porque no sólo ponemos nuestra salvación , sino también la salvación de otros en riesgo y es por eso que muchos que un día estaban se tornaron en ex , porque no cuidaban de mantenerse , firmes y fuertes contra las asechanzas del diablo y es solo nuestra comunión con Dios diaria que hará que ese fuego nunca se apague , y nunca parar de aprender más de Dios siempre ir a los manantiales de las aguas , tenemos siempre esa oportunidad como fue y es este ayuno que renovó t trasformó todo mi interior , gracias obispo por siempre cuidar de nuestra comunión y salvación

Eduardo Ribeira Grande Cabo verde Responder 9 Outubro, 2015 às 19:36

Boa tarde sr Bispo.
Muito forte o que tem acontesido nesses 21 dias de jejum.Nessa mensagem de hoje mostra que realmente temos que cuidar do primeiro amor porque isso que nos mantem limpo puro esse tem sido o nosso cuidado porque se o perdemos nao adianta titulo tarde ou sedo vem a derrota(desobedencia)o foco e nosso tudo em troca de tudo do nosso Deus.