Mensagem

Poder de Deus na Fraqueza

João 19:38-42: Depois disto, José de Arimateia (o que era discípulo de Jesus, mas oculto, por medo dos judeus)…

Veja que José de Arimateia era discípulo de Jesus, mas oculto. O medo estava na frente dele, antes de Jesus. Ele amava Jesus, mas não assumia aquilo que ele cria. E por quê? Porque ele considerava mais agradar aos judeus, que tinham posição, do que propriamente aquilo que ele cria.

… Rogou a Pilatos que lhe permitisse tirar o corpo de Jesus…
Aquele discípulo, que tinha muito medo dos judeus, agora era o que dava as caras para Pilatos, rogando-lhe que permitisse tirar o corpo de Jesus. Com certeza, tudo aquilo que Jesus havia feito por amor a ele queimava dentro de si.

…E foi também Nicodemos (aquele que anteriormente se dirigia de noite a Jesus), levando quase cem arráteis de um composto de mirra e aloés…
Aqueles que andavam escondidos por colocarem o medo na frente foram agora os que deram as caras para fazerem algo em troca.

Tomaram, pois, o corpo de Jesus e o envolveram em lençóis com as especiarias, como é costume dos judeus, na preparação para o sepulcro…
Quem pensou no corpo de Jesus? Quem, com carinho, se importou em depositar o melhor na Sua morte? Aqueles que não valorizavam, que tinham medo de assumir. E veja aqui que, mesmo nas nossas fraquezas, Deus Se faz presente em nossa vida. Eu vejo aqui o Poder de Deus convencendo-os de sua covardia.

E disse-me: A Minha graça te basta, porque o Meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo (2 Cor 12.9).

…E havia um jardim naquele lugar onde fora crucificado, e no horto um sepulcro novo, em que ainda ninguém havia sido porto.
Nem o Deus Pai, nem o Deus Filho, que é o Senhor Jesus, Se importaram com o lugar onde colocariam o corpo de Jesus. E hoje as pessoas tentam aprontar tudo para as suas próprias vidas, deixando tudo sob controle, para que no dia da sua morte tenham tudo preparado. Porém, não foi isso que Jesus e o Pai fizeram. Ele viveu um dia de cada vez, sem Se preocupar com o amanhã. E na fraqueza daqueles que queriam seguir Jesus, foi onde habitou o Poder de Deus, fazendo então a Obra na vida deles.
A sua fraqueza, com certeza, foi exposta diante do sacrifício que Jesus fez, e assim eles foram usados no momento em que, aparentemente, Jesus não estava ali, e nenhum ganho eles teriam.

Colaborou: Viviane Freitas

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *