Mensagem

Provado pela Palavra de Deus

jose

Então, eram eles em pequeno número, pouquíssimos e forasteiros nela; andavam de nação em nação, de um reino para outro reino. A ninguém permitiu que os oprimisse; antes, por amor deles, repreendeu a reis, dizendo: Não toqueis nos Meus ungidos, nem maltrateis os Meus profetas. Fez vir fome sobre a terra e cortou os meios de se obter pão. Adiante deles enviou um homem, José, vendido como escravo; cujos pés apertaram com grilhões e a quem puseram em ferros, até cumprir-se a profecia a respeito dele, e tê-lo provado a palavra do Senhor. O rei mandou soltá-lo; o potentado dos povos o pôs em liberdade. Constituiu-o senhor de sua casa e mordomo de tudo o que possuía, para, a seu talante, sujeitar os seus príncipes e aos seus anciãos ensinar a sabedoria. Salmo 105.12-22

Havia uma profecia envolvendo José. Era algo grande, que expressava a soberana vontade de Deus com relação ao Seu povo. Mas, para que a profecia se cumprisse, José tinha que ser aprovado na prova da Palavra do Senhor. O que é a prova da Palavra do Senhor? É aquilo que se faz para provar que se crê nela. O sacrifício é a maior expressão de fé ou crença.

O que José tinha para sacrificar a Deus? O seu sacrifício era manter a sua crença na profecia, visível diante de Deus. No sonho que teve (profecia), todos os seus irmãos (a maioria era de mais velhos), incluindo seus pais (Jacó e Raquel), iriam se “curvar” diante dele, em reverência. Porém, o que ele vivenciou, a princípio, foi algo completamente diferente. José se tornou escravo e depois prisioneiro. Aparentemente, ele ficou mais longe do cumprimento da profecia, e essa é a mesma sensação que temos quando sacrificamos o que a nossa fé demanda.

Porém, ele guardou, e não apenas guardou, mas materializou a fé na profecia, até que ela fosse cumprida. Quando a profecia foi cumprida, ele se tornou o homem mais influente do mundo conhecido naquela época, não apenas vendo seus irmãos, pais e todos os homens mais poderosos daquela época se curvando diante dele, mas até Faraó lhe dava crédito total e simplesmente dizia: “Seja feito como tu dizes!”

Quando a profecia de Deus se cumpre, ela acaba nos surpreendendo, pois é maior que tudo que imaginamos e pensamos.

Então, fica aqui provado que a profecia é para aquele que crê, como lemos em 1 Coríntios 14.22:

…mas a profecia não é para os incrédulos, e sim para os que creem.

RandalFilho

bispo macedo
Bispo Edir Macedo
bispomacedo.com.br

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Rosângela Barbosa Responder 5 Maio, 2014 às 19:10

Bispo Randal Filho em primeiro lugar eu quero salda-lo,pois a anos que nunca mas ouvir falar do senhor,que Deus abençoe o senhor e sua família, e depois dizer que eu já provei o valor da profecia uma vez,foi algo pequeno,mas foi profético, Eu aprendi que quando profetizamos algo em nossa vida cedo ou mas tarde acontecê, muitas das vezes a demora e para que Deus venha nos preparar para que a profecia seja concretizada em nossa vida,E no decurso da preparação as vezes sofremos, angustias, desprezos, calúnias, injustiças,Mas foi assim com todos os heróis, e Patriarcas, e com a gente e que não ia ser diferente,pois ele mesmo disse:” Todos que querem viver piedosamente em Cristo jesus serão perseguidos” e viver a Profecia e viver em Cristo Jesus.