Mensagem

Surpresas desagradáveis

“E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio.”

Lucas 16.23

Meditando nessa passagem, fico imaginando se nós estivéssemos na mesma condição que Lázaro esteve, avistando lá da glória de Deus, do seio de Abraão, quem está no inferno. Certamente, teríamos inúmeras surpresas com aqueles que pareciam ter uma fé verdadeira, mas na verdade tinham uma fé religiosa. Seria mais ou menos assim:

– Pai Abraão, aquela mulher era tão assídua na igreja, parecia tão firme, por que ela está nesse inferno?
– Ela parecia ser firme na igreja, mas tinha uma fé emotiva, vivia na prática da mentira e enganava as pessoas, era amante de um homem casado e ninguém sabia.

– Pai Abraão, aquela ali era chefe das obreiras, estava sempre trabalhando na igreja, preparando a Santa Ceia, demostrava uma santidade enorme, por que ela está nesse inferno?
– Certa vez, o pastor lhe chamou à atenção, desde aí ela passou a nutrir dentro de si um ódio muito grande dele e jamais o perdoou. Adoeceu e morreu com esse sentimento dentro do seu coração.

– Pai Abraão, aquele obreiro me ajudou tanto, ele me orientava todos os dias que eu ia à igreja, por que ele está nesse inferno?
– Ele não soube escolher uma mulher de Deus para se casar. Acabou se prostituindo com sua namorada, que também era obreira. Ambos não se arrependeram e se afastaram da igreja, caindo no mundo dos vícios. Sofreram um acidente quando voltavam de uma balada e morreram no pecado.

– Pai Abraão, eu me converti com aquele pastor. Quando cheguei à igreja, era ele quem estava fazendo a reunião, demostrava muito poder contra os demônios a quem eu servia e adorava antes de frequentar a igreja, e por isso eu passei a admirá-lo por sua unção. Por que ele está nesse inferno?
– Ele começou bem no seu ministério, mas no meio do caminho não vigiou mais nem sacrificou a vontade da carne. Um dia ele recebeu o assédio de uma mulher e não resistiu, traiu a esposa e saiu da igreja, caindo deliberadamente no mundo do pecado, morreu assim e não se arrependeu.

– Pai Abraão, e aquela esposa? Ela estava à frente das demais esposas e era vista como modelo de uma mulher de Deus, por que ela está nesse inferno?
– Tinha a aparência de que vivia, mas foi morrendo ao poucos. Parou de orar em casa, de jejuar, de separar um momento para meditar na Palavra de Deus. Começou a dar mais atenção para coisas fúteis, com isso foi se esfriando espiritualmente, até que chegou seu deserto, “o dia mau” como diz em Efésios 6.13, que todos enfrentaremos. Certa vez seu marido cometeu um erro, foi chamado à atenção e punido, mas ela não estava forte para vencer o deserto. Sentiu-se injustiçada e pediu para sair da Obra. Deixou de servir a Jesus, se afastou da Igreja e caiu na prostituição.

– Pai Abraão, e aquele bispo? Eu tive um encontro com Deus numa de suas reuniões de domingo, era um verdadeiro líder, por que ele está nesse inferno?
– Ele manifestava sua fé para curar, libertar e prosperar, mas não vigiou seu coração, que foi tomado de orgulho roubando a glória de Deus para si. Ele começou a achar que poderia seguir seu ministério, e, durante uma discórdia com a direção da igreja, achou que já estava na hora de seguir sozinho. A princípio, parecia que estava no caminho certo. O tempo passou, perdeu o que tinha, mas não perdeu o orgulho do coração. Traiu a esposa e fermentou o povo contra o trabalho do Espírito Santo feito na Igreja que lhe estendeu a mão quando estava na lama. Até que chegou sua hora de partir, como chegará para todos, e ele não teve Salvação.

Infelizmente, esses foram enganados pelo diabo, por meio da fé emotiva e religiosa.

Meus amigos, que o Espírito Santo tenha misericórdia de nós, pois as Escrituras são claras quando dizem:

“Ora, todas estas coisas lhes sobrevieram como figuras, e estão escritas para aviso nosso, para quem já são chegados os fins dos séculos. Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe que não caia.”

1 Coríntios 10.11,12

Deus os abençoe!

Colaborou: Bispo Sergio Corrêa

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *