Mensagem

Testamento do morto

Testamento-do-morto

“e far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção! E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.”

Gênesis 12.2,3

Quando um testamento é redigido para repartir os bens de um homem rico, ninguém consegue mudar seus termos, a não ser que, por acaso, todos os beneficiados concordem com a mudança (o que é muito difícil de acontecer). Em outras palavras, o que foi decidido no testamento será feito, mesmo que a pessoa que o escreveu esteja morta. Os desejos do(a) falecido(a) serão executados.

Agora, pare e pense sobre o “Testamento” de Deus! O que nós lemos acima não é o desejo dEle apenas para Abraão, mas para todos aqueles que a Ele se entregarem. Ele disse:

“Que deveras te abençoarei, e grandissimamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas do céu, e como a areia que está na praia do mar; e a tua descendência possuirá a porta dos seus inimigos; e em tua descendência serão benditas todas as nações da terra; porquanto obedeceste à Minha Voz.”

Gênesis 22.17,18

Se isso tivesse sido escrito por um homem que já estivesse morto, e esse documento fosse apresentado perante o juiz, ninguém poderia contestá-lo. Ninguém! Imagine então o testamento de Deus! A plenitude de Suas bênçãos é incontestável, e não há poder no mundo, seja na terra, seja debaixo da terra (inferno), capaz de anular tamanha promessa.

O Mesmo Deus que fez a promessa está Vivo, e o Seu testamento está disponível aos que se tornam, através da fé, livres de sentimentos e filhos de Abraão.

Agora é chegada a hora de tomar posse do testamento dEle em sua vida. A condição aqui é simples: ouça, obedeça e sacrifique!

Agindo assim, nem o inferno nem o diabo será capaz de lhe impedir de alcançar essas promessas.

“Estes, pois, são os dias dos anos da vida de Abraão, que viveu cento e setenta e cinco anos. E Abraão expirou, morrendo em boa velhice, velho e farto de dias; e foi congregado ao seu povo.”

Gênesis 25.7,8

Pegou o espírito? “…morreu em boa velhice, farto de dias”. A vida dele foi abundante, e Abraão se tornou um referencial de fé para todos nós hoje. Nada e ninguém conseguiu impedir isso de acontecer.

Você gostaria de herdar a mesma vida e as mesmas promessas? Elas já foram concedidas a você. Tudo o que precisa fazer é ouvir, obedecer e sacrificar, assim como fez Abraão.

Colaborou: Bispo Marcelo Pires

Bispo Edir Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

adriana Responder 7 Setembro, 2016 às 12:53

Deus ele tem promessa para cada um de nos,mas para ela se cumprir temos que obdecer a ele