Mensagem

Tudo começa no Altar!

ruinasA maioria das pessoas que chega até nós vem trazendo uma infinidade de cargas e problemas que a tem feito gemer e chorar por anos. Quando essas pessoas chegam à igreja, trazem dentro de si a ideia de que todo seu sofrimento é devido àquele problema, e isso as leva a começar sua luta para resolverem tal situação. São correntes, orações, jejuns, vigílias, propósitos, enfim, elas fazem de “tudo”, e o pior é que na maioria das vezes essas pessoas se frustram por não verem os resultados esperados no tempo esperado, pois o que recebem é muito pouco.

É aí que vem a pergunta: Onde estou falhando? Por que Deus não me responde?

A resposta é simples: O maior problema delas não é aquele problema que elas trouxeram, senão o seu problema em relação a Deus! O Altar delas está em ruínas! E se elas não resolverem seu problema com Deus, elas não vão resolver seu problema no casamento, com o filho, de dinheiro etc.

A separação de Deus foi e é a maior causa da desgraça humana. Mas, infelizmente, as pessoas ficam tão cegas por suas tribulações que não conseguem enxergar que estão perdidas.

Israel foi advertido por mais de 23 anos pelo profeta Jeremias que seus pecados o levaria à destruição, mas em sua rebeldia insistia em não ouvir, o que o levou a perder tudo: sua liberdade, sua dignidade, sua paz e, o pior, o Templo foi destruído, Jerusalém massacrada e o povo levado para o cativeiro, onde gemeu por setenta anos. Leia Jeremias 25.3-11.

Passado os setenta anos, Deus em Sua infinita misericórdia levantou um rei, Ciro, o qual libertou Israel de seu cativeiro e o mandou voltar à Jerusalém para reconstruir o Templo e a cidade. Deus lhe deu uma oportunidade!

E no seu regresso, o povo entendeu onde residia o maior problema: sua separação do Altíssimo! Sabia que de nada serviria reconstruir a cidade, os muros, suas casas, se primeiro não restaurasse sua relação com Deus, que estava em ruínas.

Foi assim que, ao chegar, o povo de Israel não perdeu tempo. O primeiro a fazer era restaurar o Altar, pois, como relacionar-se com Deus sem Altar? É impossível!

Em chegando o sétimo mês, e estando os filhos de Israel já nas cidades, ajuntou-se o povo, como um só homem, em Jerusalém. Levantou-se Jesua, filho de Jozadaque, e seus irmãos, sacerdotes, e Zorobabel, filho de Sealtiel, e seus irmãos e edificaram o altar do Deus de Israel, para sobre ele oferecerem holocaustos, como está escrito na Lei de Moisés, homem de Deus. Firmaram o altar sobre as suas bases; e, ainda que estavam sob o terror dos povos de outras terras, ofereceram sobre ele holocaustos ao SENHOR, de manhã e à tarde. Celebraram a Festa dos Tabernáculos, como está escrito, e ofereceram holocaustos diários, segundo o número ordenado para cada dia; e, depois disto, o holocausto contínuo e os sacrifícios das Festas da Lua Nova e de todas as festas fixas do SENHOR, como também os dos que traziam ofertas voluntárias ao SENHOR. Desde o primeiro dia do sétimo mês, começaram a oferecer holocaustos ao SENHOR; porém ainda não estavam postos os fundamentos do templo do SENHOR. Esdras 3.1-6

Ainda não havia o Templo, mas o Altar foi restaurado. Isso mostra que o começo da mudança não é o fato de ir à igreja, tudo começa no Altar!

Todos os que desejam mudar de vida não podem perder mais tempo, têm que começar pelo seu Altar, ou seja, sua relação com Deus, pois enquanto este está destruído, a vida estará em ruínas.

Como está seu Altar? Restaurado ou em ruínas? Sua vida mostra isso!!!

Que Deus nos ilumine para entender isso!

Bispo Edir Macedo

bispomacedo.pt

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *