Mensagem

A estatística não mente!

statsDeus sabe… Ele conhece os desejos do meu coração… Já contei todos os meus sonhos a Deus… justificamos, vezes sem conta, os motivos para ainda não termos os nossos sonhos realizados. Pois, fique a saber o que ainda lhe falta!

Vou usar um exemplo exterior ao nosso universo (cristão), para que você compreenda os meandros da fé-inteligente, pois, se acontece o que você vai ler a seguir na vida de quem não faz uso da mesma, imagine na sua?

Perguntaram o seguinte aos formandos de MBA’s em Harvard: Você tem objetivos claros e definidos, colocados no papel, com um plano para atingi-los?

Apenas 3% dos graduados tinham metas colocadas no papel, com um plano para alcançá-las. 13% tinham objetivos, mas não os tinham colocado no papel. 84% não tinham qualquer meta.
Dez anos depois, os pesquisadores foram verificar como estava a vida profissional dos entrevistados e fizeram uma interessante descoberta:
Os 13% com objetivos ganhavam, em média, duas vezes mais do que os 84% sem objetivos.
Os 3% com metas e planos no papel ganhavam dez vezes mais do que os outros 97% juntos.

A que conclusão você chega?
Eu consigo chegar a algumas…

– Quem não sabe o que quer, dificilmente saberá aonde quer chegar;
– A indefinição é o principal obstáculo para a realização;
– Apenas sonhar ou ficar a desejar não é suficiente, é apenas percorrer metade do caminho;
– Definir metas é fulcral, é esquematizar o plano de concretização dos próprios sonhos;
– O ser humano ‘habitua-se’ à realidade em que vive, seja de escassez, pouca ou realização total;
– Todos partimos do mesmo ponto, a chegada, todavia, é definida pelas opções que fazemos ao longo do caminho.

ENTÃO:
Caro leitor, as pessoas não morrem quando deixam de respirar, mas quando param de sonhar. Por isso, sonhe muito, mas nunca deixe de transformar os seus sonhos em metas escritas, planeadas e atitudes tomadas!
Estou a fazer por onde para que o seu ano de 2014 seja um ano de novidades, você pode! Vamos, eu te ajudo!

Bispo Júlio Freitas

Bispo Júlio Freitas
juliofreitas.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *