Mensagem

A Última Casa

Toleramos quando nos tentam fazer abrandar… Aceitamos quando nos dizem que para que se cumpra temos que nos esforçar… porém, atacamos quem nele tenta pisar, observe se não é verdade?templo_18h

Pode ser um desejo, uma vontade apenas, mas ele nasce sempre assim, quando menos esperamos. Porém, assim que a sementinha se instala, já era! Não conseguimos pensar em mais nada, rapidamente, o que de início era apenas um pensamento cuja realização seria aprazível ou o que muitos consideram um otimismo exagerado, dá lugar a um pensamento constante, que mesmo que o tentemos afastar ele, teimosamente, regressa ainda com mais força… ASSIM NASCE O SONHO!

Um monumento histórico… um edifício de imponência ímpar… uma espécie de regresso aos tempos bíblicos… é impossível controlar a visão que cada pessoa terá do TEMPLO DE SALOMÃO, mas é um facto: É UMA VERDADEIRA MATERIALIZAÇÃO DE UM SONHO!

Porém, o Templo de Salomão Universal, mais do que física, tem uma definição espiritual: é a ÚLTIMA CASA erigida para Revelar e Levar o Nome do Único Deus-Vivo, antes da Volta do Nosso Senhor Jesus. Então, na realidade, trata-se de nós, eu e você!

E se a Glória do Templo na Época da Lei foi Extraordinária, nem dá para descrever como será o Extraordinário Deste, que fará ainda Maior e Notória a Glória de Deus!

E porque sabemos que Deus não habita em templos erguidos por mãos humanas, então, o que torna Este lugar tão Glorioso? O facto de que os que ali entrarem chegarem como pessoas, meras criaturas humanas; mas que sairão dali TEMPLOS VIVOS, seres espirituais, para a Glória do DEUS VIVO. Como eu e você um dia chegámos e fomos transformados nesta MESMA CASA, O CdA!

Caro amigo, a PROFECIA JÁ SE CUMPRIU E CUMPRE-SE, HOJE, MESMO, NA SUA VIDA!

“A Glória desta ÚLTIMA CASA será maior do que a da primeira, diz o SENHOR dos Exércitos; e, Neste Lugar, Darei a Paz…”

Ageu 2.9

Bispo Júlio Freitas

juliofreitas.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *