Mensagem

“Ai, como dói!!!”

fogueirasantaNão é um mar de rosas… na verdade, implica tomar a consciência racional do próprio estado e querer revertê-lo, doa a quem doer

“Respondeu-lhe Gideão: Ai Senhor meu! Se o Senhor é connosco, por que nos sobreveio tudo isto?”

Jz 6.13

Esta exclamação de Gideão, vai diretamente aos ouvidos dos que comparam a sua vida com as Promessas e Feitos Maravilhosos do Deus-Vivo. Mas, repare que a primeira expressão de Gideão foi de dor, angústia e aflição, foi um profundo e revoltoso: “AI…!!!”

Gideão conhecia bem as Maravilhas que Deus fizera no passado, mas, ao mesmo tempo, vivia uma vida extremamente humilhante e miserável. E a forma como Deus o abordou e falou com ele por meio do Seu Anjo, só indica duas coisas:

  1. Deus não fica sensibilizado apenas por saber que conhecemos as Suas Promessas e Maravilhas do passado;
  2. Ele também não fica sensibilizado com a nossa situação de miséria, dor, opressão e humilhação.

O QUE TOCA O DEUS-VIVO, É A NOSSA FÉ REVOLTOSA EM AÇÃO!

“E que é feito de todas as suas maravilhas que nossos pais nos contaram, dizendo: Não nos fez o Senhor subir do Egito?”

E foi assim, logo a seguir ao seu “AI!!!”, que Gideão começou por questionar a sua condição presente e, enquanto ele expressava a sua Fé-Revoltosa, Deus, por meio do Seu Anjo, o encarava, porém, quando ele saiu da Fé-Revoltosa e entrou na fé-religiosa, começando a falar do passado e da história do seu povo, o Anjo do Senhor deu-lhe as costas, não por desprezo, mas porque não era momento para falar do passado e sim AGIR! Pois o Senhor, por meio do Seu Anjo, fez uma declaração no presente: “… É contigo…!” Não Falou nada sobre o passado.

“Porém, agora, o Senhor nos desamparou e nos entregou nas mãos dos midianitas.”

Observe atentamente o perigo que existe em sair da Fé-Revoltosa e entrar na fé-religiosa, pois, quando o fazemos, acabamos por culpar a Deus pelas nossas desgraças e infortúnios, a exemplo de Gideão, que quando saiu da Fé-Revoltosa, afirmou que Deus os havia desamparado, quando, na verdade, tinham sido eles a desamparar ao Senhor.

“Então Se VIROU o Senhor para ele e disse: Vai nessa tua força e livra Israel da mão dos midianitas…”

Jz 6.14

Na realidade, Deus, na Sua infinita Misericórdia, Paciência e Justiça, ficou de costas para este blá-blá-blá, desabafos religiosos de Gideão, mas, quando ele atribuiu as suas desgraças a Ele, Deus virou-se numa atitude de: “Isso não! Pare de atribuir as suas desgraças a Mim!!!” e deu a Gideão e a todos os sinceros, mais uma Oportunidade – pois, logo em seguida, Deus lhe deu a Ordem de: “VAI e LIVRA!”

“… porventura, não te enviei Eu?”

Quando Deus nos envia para o Altar – Sacrifício-Voluntário – o Faz, porque não há livramento, solução, superação, resposta ou Milagre, se não Sacrificámos com a Fé-Revoltosa.

Por isso deixou claro que, Quem nos Envia, não é o nosso eu, necessidade, os outros, e sim Deus, por meio da Fé-Revoltosa!

Você está revoltado com a sua situação física, sentimental, familiar, económica, profissional, espiritual, ministerial???

Então, pare de exclamar ‘ai’, e use a sua Fé-Revoltosa, participando nesta Fogueira Santa de Israel!

Deus é contigo e nós também!

Bjf

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *