Mensagem

As 7 portas pelas quais o mal entra (Pt. 2)

Observe como Deus lhe vê e como o diabo o vê, pois é por aí que ele entra!

O mal pode entrar através dos nossos PENSAMENTOS – Embora não controlemos os pensamentos, podemos controlar que pensamentos podem permanecer na nossa mente, seja os negativos e os positivos, os maus e os bons, os mentirosos e verdadeiros, a decisão é exclusivamente sua!portas2

O mal pode entrar pelos OLHOS – O Senhor Jesus disse que se os nossos olhos forem bons, todo o nosso corpo será iluminado, porém, se forem maus, todo o corpo será trevas… e que grandes trevas serão.

O mal pode entrar por meio dos OUVIDOS – O Senhor Jesus referiu que “quem tem ouvidos, ouça”, pois estamos sujeitos a escutar muitas vozes, especialmente a do diabo. Somos, constantemente, alvos da voz dos demónios e seus filhos. Porém, temos que ter ouvidos para ouvir somente a Deus, para que não entrem palavras que nos venham dividir, confundir, enfraquecer e, mais tarde, destruir.

O mal pode entrar por meio da BOCA – Quando falamos o que não devemos, lamentamos, murmuramos, blasfemamos… o que só irá enfraquecer o nosso espírito e fortalecer o diabo, que está sedento para nos destruir.

O mal pode entrar pelo CORAÇÃO – Por meio de sentimentos, de desejos ilícitos que nutrimos. O coração é a fonte de emoções, e esta porta deve ser trancada e o coração vigiado! Não é por termos o Espírito Santo que não estamos sujeitos a sentimentos, seja de superioridade, inferioridade, vingança, ódio, de acomodação, orgulho… e nós é que temos que trancar essa porta.

O mal pode entrar por meio das OBRAS DAS NOSSAS MÃOS – Segundo o que a pessoa faz o mal pode entrar. Quando a pessoa se mutila, se droga, se prostitui, rouba, maltrata, é negligente, preguiçosa, infiel nos Dízimos e Ofertas… o mal entra. É por isso que, na vida eterna, seremos recompensados de acordo com as nossas obras, segundo aquilo que fizemos.

O mal pode entrar através dos nossos PÉS – por onde você anda, com quem você anda, se no erro da idolatria, feitiçaria… o mal pode entrar.

Então, observe que estes portões necessitam de um guarda que esteja alerta, vigilante e os feche, para que o mal fique de fora! E quem coloca estes guardas? Somos nós, que ficamos no nosso posto, diante de cada uma das casas!

Deus é contigo e eu também!
Bispo Júlio Freitas
juliofreitas.com

Tags: ,

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *