Mensagem

Conclua, com toda a sua força

Quantos inimigos você acredita ter? Um? Dois? Três? Nenhum? E se eu lhe dissesse que, na verdade, ele são milhares?conclua

Tendo ouvido Sambalate, Tobias, Gesém, o arábio, e o resto dos nossos inimigos que eu tinha edificado o muro e que nele já não havia brecha nenhuma.” (Neemias 4.1)

Zombaria, ameaça e acusação. Era este o efeito da trindade do diabo, pois, uma vez a zombaria, a ameaça e a acusação, obtendo a atenção de uma pessoa, atingindo ou penetrando na mesma, todos os outros, ao seu redor, ficarão a saber. Ou seja, você e eu não temos apenas 3 inimigos, mas sim TODOS!

Todos os inimigos de Cristo são igualmente meus e seus. Por outras palavras, estamos, literalmente, a lutar contra: principados, potestades, as forças do mal e os dominadores. Mas, por outro lado, também temos a nosso favor o Espírito Santo, que está acima dos querubins, dos serafins, dos anjos e arcanjos. Por isso, observe, embora tenhamos estas quatro classes, que é a totalidade do inferno, contra nós, temos também, ao nosso serviço, os anjos, os arcanjos, os querubins e os serafins, justamente, porque em nós há o Espírito Santo.

E o que fazem eles?

Eles fazem o que você e eu não podemos, mas só depois de nós fazermos tudo o que devemos! Porque o que nós devemos fazer, eles não fazem e, claro, Deus faz a parte que Lhe cabe, com isso, nós não precisamos de nos preocupar.

Mas os anjos, arcanjos, querubins e arcanjos, também nos ajudam, a fazer aquilo que tem que ser feito, ou seja, eles ajudam-nos a “concluir”, como foi o caso de Neemias. Contra os inimigos, Neemias só teve o apoio dos anjos, porque nem os próprios “irmãos” acreditavam que aquilo seria possível acontecer. Aparentemente, a nível físico, ele estava só, mas, espiritualmente, tinha Deus como Aliado, assim como toda a classe de anjos. Neemias concluiu a obra, por meio da sua REVOLTA, CORAGEM e PERSEVERANÇA, e todos ficaram a saber da sua finalização.

(Não perca a segunda parte amanhã!)

 

 

Bispo Júlio Freitas
juliofreitas.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Cezar Paulo Responder 9 Outubro, 2014 às 23:23

… realmente, sem contar que, além dessas forças externas do mal que ñ vemos mas sabemos que existem e agem de todas as formas para nos barrar, tentando nos desanimar nas dificuldades e lutas diárias, também temos uma guerra interna provocada pela produção de pensamentos que é inevitável a qualquer pessoa, os pensamentos vêm no palco da nossa mente, mas temos que aprender a questiona – los, senão passamos a ser refém de nós mesmos e assim passando a ser uma pessoa limita.