Mensagem

Dormir no meio de uma Tempestade?

As tempestades da vida vêm sobre nós, mas não é porque o mundo que nos rodeia balança de um lado para o lado, que devemos acompanhar esta condição! Ainda que exista uma situação de tormento, as nossas vidas não têm que ser atormentadas. Podemos sempre descansar no meio de uma tempestade…

No Evangelho de Marcos, capítulo 4, o barco dos discípulos estava a ser balançado e sacudido de um lado para o outro, pela fúria de uma tempestade. Cristo estava a dormir, mas a tempestade não O incomodou em absoluto, já os discípulos, estes estavam preocupados e assustados.

Antes de Ele ter adormecido, disse: “Passemos para a outra margem” (Marcos 4.35). A intenção d’Ele era de desembarcarem na outra margem do rio, e o que aconteceu durante este período (a tempestade) não causou nenhuma alteração ao Seu plano inicial. Com ou sem tempestade, o objectivo do Senhor Jesus era de chegar ao outro lado. E tudo o que os discípulos tinham que fazer era confiar nas Suas palavras, certo? Mas, infelizmente, a fúria da tempestade causou medo nos seus corações. Muitas vezes, na vida, quando estamos com fé, acreditando que Deus fará algo grande, as tempestades da vida vêm para incutir medo e dúvida em nós. Eu aprendi, que é exactamente nesses momentos, que temos que decidir se mantemos a fé nas palavras de Cristo ou se vamos prestar mais atenção à tempestade. Infelizmente, a tempestade causou medo nos corações dos discípulos.

Os discípulos permitiram que a tempestade lhes desviasse a atenção e, ao invés de a colocarem na Palavra de Deus, direccionaram-na para a tempestade. Muitas vezes encontramo-nos em situações que tentam remover a nossa atenção da Palavra de Deus. Porém, nós aprendemos com o Bispo Macedo que, quando isso acontece, perdemos também a nossa fé. Ou seja, à mesma velocidade que colocamos a nossa atenção nos ventos e nas ondas, nas circunstâncias que nos cercam, também começamos a afundar. Todos passamos por tempestades na vida, o nosso navio (Templo do Espírito Santo) e as nossas vidas são abaladas de cá para lá, porque o diabo vai tentar sempre destruir aqueles que são de Deus (João 10.10).

Tive contacto com inúmeras pessoas que pensam que, por estarem no barco (Templo do Espírito Santo), não enfrentarão qualquer tempestade. Note bem, que Cristo estava no barco com os discípulos quando a tempestade começou. Caro leitor, o facto de você e eu estarmos no barco com o Senhor Jesus, não nos garante que iremos navegar por águas calmas e sem tempestades. Mas eu aprendi, nestes 22 anos ao serviço a Deus, que Cristo nos assegura que chegaremos à outra margem sãos e salvos, mesmo que atravessando tempestades!Os discípulos questionaram o Senhor Jesus da mesma forma que muitas pessoas o fazem hoje em dia. Eles disseram: “Mestre, não te importa que pereçamos?” (Marcos 4.38).

Certamente que as lágrimas escorrem pelas nossas faces enquanto atravessamos as tempestades desta vida, mas é quando tudo parece estar perdido que Deus, do Seu Trono, fará maravilhas e enxugará as nossas lágrimas.

Assim, siga adiante, pois o Senhor Jesus está no barco consigo, Ele não o abandonou e acalmará a tempestade, especialmente quando todos pensarem que já não há mais solução possível!

Por seu servo em Cristo,
Bispo Júlio Freitas
bispojulio.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sem comentários

Gisele Arielo Responder 21 Fevereiro, 2011 às 18:20

É verdade bispo, é a mesma coisa quando estamos em uma estrada no carona de um carro, e confiamos no motorista , até dormimos, mas se não confiamos no motorista não conseguimos pregar os olhos. Na nossa vida é assim se é Deus quem dirige e se confiamos Nele pode vir o vendaval que for, que descansaremos de qualquer forma . Obrigada pela mensagem