Mensagem

Dura realidade!

O post de hoje é, na verdade, um e-mail que recebi de um dos nossos pastores e que achei por bem partilhar convosco, para que tenham a ideia de como a ausência de valores é um problema que não respeita fronteiras.
Que a sociedade atual apresenta valores duvidosos já não é novidade, todavia, alguns aspetos ainda tínhamos como “sagrados”, como, por exemplo, a fé das pessoas.

“Estávamos à procura de um novo espaço para abrir uma Igreja, aqui, na região do Estoril, quando fomos abordados por uma igreja evangélica tradicional, que estava a mudar-se para outro lugar, mais distante, e que não queria que ali funcionasse outra coisa, por isso, resolveram procurar-nos. Fomos, então, ver o lugar. Chegando lá, fomos recebidos por um dos Pastores, que nos aguardava na porta, pois a igreja estava fechada.

Visitámos todo o espaço e o Pastor parecia muito satisfeito, feliz até, por estarmos ali, então, perguntei:
“Pastor… e as pessoas que frequentam esta igreja, elas terão como ir para a sua nova igreja?”.

Ele disse que algumas poucas pessoas iriam porque tinham carro e poderiam acompanhá-los, mas, as outras, as que não pudessem ir, ficariam ali. Até aí parecia correr tudo muito bem, mas, quando finalmente falámos sobre alugar ou comprar o lugar é que tivemos a maior deceção. O prédio não era deles, era alugado, e eles queriam fazer o trespasse, então, perguntámos:

“Como assim???”. Ele, então, disse: “Irmão, estamos aqui há algum tempo, pintámos as paredes, colocámos cadeiras e, além disso, estamos a passar-lhe uma igreja já com membros!”.

Conclusão: eles estavam a vender um local que não era deles e, pior, a ‘vender’ as pessoas que ficariam ali! Parecia ser um bom negócio para eles, por isso, o Pastor estava feliz por estarmos ali e não queriam que no local funcionasse outra coisa! Eles queriam que ali continuasse a ser uma igreja para, então, poderem ‘vender até as ovelhas’ como se fosse um ‘negócio’.”

É lamentável!


Te vejo na IURD, ou nas Nuvens!

Por seu servo em Cristo,
Bispo Júlio Freitas
bispojulio.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sem comentários

Roberto Responder 23 Setembro, 2011 às 18:05

E infelizmente por haverem pessoas assim, que fingem fazem a obra de Deus, que muitos homens de Deus, verdadeiros e sinceros são vistos com maus olhos. Graças a Deus pelo CdAE.

Sócrates Responder 23 Setembro, 2011 às 19:29

Realmente obispo es lamentable, esta situación, vemos la falta de compromiso de aquellos que se dicen de Dios, y lo peor llevan un titulo de pastor, sin tener la mínima consideración con las ovejas, por eso nosotros de la Iurd damos la vida por las ovejas, así como el Señor Jesus nos enseño, y también un dia daremos cuenta de todo, un abrazo para Ud. Obispo que Dios lo bendiga mucho en su ministerio…saludos desde argentina…

CLEMILDO OLIVEIRA Responder 24 Setembro, 2011 às 11:44

BISPO,INFELIZMENTE MUITOS SÃO ASIM, NÃO SE PREOCUPAM COM AS OVELHAS MAS SIM O DINHEIRO DELAS ,DIZIMOS E OFERTAS, SÃO PROFETAS VELHOS CHEIOS DE ENGANO. Q ESSES PASTORES QUERIAM ERAM SE LIVRA DO PESO, DA RESPONSABILIDADE. POLA MIS,DE DEUS ELE NOS ENSINOU A OLHA PARA AS OVELHAS COMO ALMAS QUE PRECISAM SER SALVAS ESSE É O NOSSO MAIOR PLACE,GANHAS ALMAS. DEUS ABENÇOE.

Maria do Céu Antunes Responder 24 Setembro, 2011 às 11:57

Esses senhoes certamente estão conscientes do trabalho que têm feito e suas inerentes atitudes,provávelmente desejam livrar-se do peso que lhes é acrescido, ainda assin buscam o seu lucro sem olhar a meios, a sus cegueira é de tal modo que até tentam vender o que por direito não lhes pertence. Dentre outras atitudes sábias a tomar esse senhor com o titulo de pastor precisa ser ensinado a tratar as ‘ovelhas’pois Jesus ensina-lhe (João 10: 7 – 11) para isso terá de rasgar suas vestes perante’Deus’.Através do Centro de Ajuda Espiritual terá a sua oporunidade. Eu creio. Deus abençoe a todos.

Cláudia Brito Responder 24 Setembro, 2011 às 17:18

O ser humano sem o Deus Vivo, é Lamentável.

Carla Santos Responder 3 Outubro, 2011 às 2:48

É mesmo muito vergonhoso ver como esta o mundo. É inadmissível um pastor ter tal atitude.