Mensagem

Enganador ou lutador?

Fotos da Reunião de Domingo, dia 13 de Junho, onde o Sr. Bispo Júlio está falando sobre este tema

Recorda-se de que o povo saiu do Egito, cruzou o Mar Vermelho e que, quando teve sede, encontrou água amarga que Deus tornou doce; que, quando teve fome, Deus fez o maná vir do céu; que quando teve sede noutro lugar, Deus fez a água sair da rocha; que, noutra ocasião, quis comer carne e Deus fez as codornizes caírem dos céus; mas, quando o povo chegou diante do Seu monte, Deus chamou Moisés e disse-lhe: “diz para os filhos de Jacó e para o povo de Israel…”. E Moisés perguntou-Lhe se ambos não eram a mesma coisa e apesar de o deverem ser, não o eram, pois a palavra Jacó significava enganador, representando alguém que enganou o seu irmão e o seu pai. E foi só depois de este ter saído da casa do seu pai, sem nada, de ter lutado com os homens, com Deus e de ter prevalecido, é que se tornou Israel.

A verdade é que Deus tanto dirige a Sua Palavra para aqueles que são enganadores como para aqueles que são lutadores. Na igreja, tal como entre o povo de Israel, existem esses dois tipos de pessoas: as enganadoras e as lutadoras. E se você tem sido enganador, tem vivido de aparências e não tem feito o sacrifício perfeito, saiba que quem perde é você! Você até pode enganar-me a mim, à sua esposa, aos seus filhos, aos clientes, e até ao Governo e à Sociedade, mas jamais poderá enganar a Deus! Pois, Ele conhece o seu interior, o seu passado, presente e futuro.

Afinal, Deus apenas pede que sejamos como Israel e que lutemos com os homens pelos nossos direitos, mas que também lutemos com Ele, através do nosso sacrifício, para que assim se possam cumprir as Suas Promessas. Não foi Ele que tirou o Seu povo do Egito sobre as asas de uma água, pois, nenhuma ave voa mais alto do que a águia e Deus queria e quer que a vida do seu povo esteja no alto. Ele quer que a sua saúde, a sua vida sentimental, espiritual e financeira seja superior à das demais pessoas. Mas para que é que Deus quer isso? Para humilhar? Não, para justamente aqueles que estão lá em baixo reparem e vejam a grande Maravilha, que é Deus. Só Ele pode elevar a sua vida, a sua auto-estima, a sua saúde, a união familiar, só Ele pode realizar o seu maior sonho. E Ele o fará na vida daqueles que diligentemente ouvirem a Sua Voz.

Muitas vozes lhe irão falar, tentando desviá-lo da realização do seu maior sonho, cabendo-lhe a si fazer-se surdo para elas e, rapidamente e com disposição, ouvir a Voz de Deus. Pois, essa é a voz que fortalece o fraco, que anima o desanimado, que levanta o caído, que orienta o desorientado… A voz de Deus produz segurança e certeza, porque é a voz do Criador que traz à existência o que não existe. Então, não importa o que você vai ouvir, ver ou sentir seja em que lugar for, pois, o que importa é o que está escrito na Sua Palavra e o que a Voz de Deus lhe está a dizer. “Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança…” (Êx 19.5), então, Deus quer que você faça essa aliança, que é uma necessidade, pois Ele não quer que você viva de uma emoção ou de uma fantasia. Cabe-lhe a si manter o seu sacrifício vivo.

“Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão” (Hebreus 10.35). Não estamos a falar de fé e sim de confiança, pois a sua fé você já materializou, ao subir no altar e ao entregar o seu sacrifício, agora é necessário que mantenha a confiança. E quando é que você e eu confiamos em Deus? Quando temos uma aliança com Ele, quando assumimos a nossa fé n’Ele e não desprezamos os Seus mandamentos.

“Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: se retroceder, nele não se compraz a minha alma” (Hb 10.36-38). A pessoa que retrocede na sua fé e na sua comunhão com Deus, auto-destrói-se. “Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma” (Hb 10.39). Nós somos da confiança, da aliança e da perseverança, sempre diligentes para ouvir e para obedecer atentamente à Sua Palavra.

BISPO_MENSAGENS

Por seu servo em Cristo, Bispo Júlio Freitas

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sem comentários

fatima machado Responder 22 Junho, 2010 às 20:33

Gostaria de agradecer toda a ajuda da igreja a mim pela cura que me estao fazendo e ha minha famila em varios paises e agradecer ao PASTOR FRANCISCO SOUSA a qui no funchal madeira me tem ajudado a mim e meu companheiro em tudo que temos precisando .OBRIGADO E BEM AJA
FATIMA MACHADO