Mensagem

Falar é fácil…

falarefacil

Existe uma grande diferença entre o que pensamos que somos, ou seja, a imagem que temos de nós mesmos e o que somos de verdade… porém, aos Olhos de Deus, não existe margem para dúvidas…

“Ao ver isto, o fariseu que o convidara disse consigo mesmo: Se Este fora Profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que Lhe tocou, porque é pecadora.”

Repare que o fariseu, o dono da casa, não falou com a boca, mas com a cabeça, o coração. Por outras palavras: se Jesus fosse o Messias, o Profeta, saberia quem é esta mulher e o que ela tem feito.

Este texto mostra que as pessoas que não valorizam o mais importante, que é a sua Salvação, a sua comunhão com Deus, que manifestam uma fé religiosa, tradicional, sistemática, ficam cegas, não conseguem ver o que o pecador, o arrependido, vê. Aquela mulher viu uma oportunidade, tendo pensado com os seus botões – “Jesus está aqui, o Messias está aqui! Ele é o Caminho, a Verdade, e a Vida. Ele pode não apenas me perdoar, mas também me transformar e salvar!”. Já o fariseu, achava-se no direito de julgá-la, de condená-la, porque ele não vivia na prostituição, mas era tão pecador quanto ela, assim como eu e você.

Ninguém é melhor do que ninguém! O Senhor Jesus disse que todos nós temos uma dívida. E uma dívida com Deus, que não pode ser paga, por isso Ele veio e deu a Sua Vida!

“Dirigiu-Se Jesus ao fariseu e lhe disse: Simão (aquele que ouve), uma coisa tenho a dizer-te. Ele respondeu: Dize-a, Mestre. (Observe, Simão estava sempre pronto para ouvir, mas, praticar, que é o segundo passo e decisivo, ele não dava)”

Simão era um bom ouvinte, mas um péssimo praticante. Estava sempre pronto para ouvir, mas para praticar, para tomar a decisão de dar o que tinha que dar, não tinha. Assim como existem pessoas que ouvem muito bem a Palavra de Deus, leem, escrevem, falam, mas isso até o diabo o faz, mas, agora, praticar é outra coisa.

Simão desconhecia que Jesus sabia perfeitamente o que ele estava a sentir e a pensar. Deus sabe e está a dar-lhe a oportunidade da sua vida, para você hoje chegar ao Altar e derramar as suas lágrimas, colocando para fora tudo isso que o está a amargurar. Você tem que falar, chorar se tiver que chorar, gritar se tiver que gritar, e buscar a Deus… com os seus cabelos secar os Seus Pés, e quebrar esse “jarro” que é você, quebrar o seu “eu” e derramar o seu “perfume”, toda a sua vida aos Pés de Jesus, para que Ele venha a fazer de si filho d’Ele!

“Certo credor tinha dois devedores: um lhe devia quinhentos denários (25 mil€/500 dias de trabalho no campo), e o outro, cinquenta (2.500€/50 dias de trabalho no campo).”

Apesar da diferença de valores ser grande (entre 25 mil e 2.500), ambos devedores tinham algo em comum. O que seria? Nenhum dos dois podia pagar!

É como você, que nasceu e cresceu dentro do Centro de Ajuda, a viver e a praticar a Fé-Inteligente, mas que tem vivido a sua vida à sua maneira, no pecado, erro, incredulidade… ou seja, todos temos algo em comum: Não podemos pagar a nossa Dívida com Deus. Por isso, necessitamos da Sua Misericórdia e Perdão.

“Não tendo nenhum dos dois com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Qual deles, portanto, o amará mais?”

Todos temos uma dívida em comum para com Deus, pois todos falhamos e precisamos do Seu perdão. E Jesus perdoa-nos, porque para isso Ele veio, para morrer em seu e em meu lugar e nos Salvar. Porém, se você não O aceita, não assume a sua situação, que foi o caso do fariseu Simão, ainda que Ele esteja dentro da sua casa, você não é perdoado! E não basta você dizer: “Jesus eu Te aceito, você tem que se arrepender, confessar o seu pecado, abandonar o erro, quebrantar-se, derramar o seu “perfume”, o seu melhor, com sinceridade amor e gratidão. Veja que Jesus estava na casa dele, diante dele e que, mesmo assim, ele estava a perder a sua oportunidade. E porquê? Porque não se humilhava, não confessava, não reconhecia, quando Jesus lhe dizia: “Simão, você é tão pecador quanto ela…”. Mas, ela fez o que ele se negou a fazer e ela amava mais a Jesus, e porque ela pecou mais do que o fariseu, O Senhor Jesus a perdoou mais.

Observe que Deus Sabe que não temos forma de Lhe pagar, mas Ele espera que reconheçamos isso, confessemos os nossos erros, nos arrependamos de facto e de verdade, para que Ele, então, nos possa Perdoar e fazer Livres, PARA SEMPRE!!!

“Respondeu-lhe Simão: Suponho que aquele a quem mais perdoou. Replicou-lhe: Julgaste bem.” Lucas 7:39-43

Julgar ou falar é fácil Simão… já executar, obedecer e fazer é bem mais difícil. Isso requer, antes de tudo: HUMILDADE DE CORAÇÃO!

Bispo Júlio Freitas
juliofreitas.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Rosi Responder 6 Março, 2015 às 19:51

muito forte…