Mensagem

Não espere o dia clarear

Podemos observar que quem usa o sexto sentido, a fé sobrenatural, não fica à espera que o dia clareie, ou seja, não fica eternamente à espera do momento e da oportunidade certas, sendo eles próprios a determinar como e quando devem usar a sua convicção. Pois, quando esta é colocada em prática, Cristo também concretiza o Seu poder. No entanto, muitas pessoas, mesmo desejando ver os obstáculos serem retirados dos seus caminhos, não vêem tal suceder! Então, como é que estas podem fazer isso acontecer? Tendo a disposição de assumirem e de usarem a sua convicção, independentemente das circunstâncias em que se encontram.

“Mas, no primeiro dia da semana, alta madrugada, foram elas ao túmulo, levando os aromas que haviam preparado. E encontraram a pedra removida do sepulcro; mas, ao entrarem, não acharam o corpo do Senhor Jesus” (Lucas 24.1-3). Para que você também possa presenciar o sobrenatural na sua vida é necessário que “entre”, pois se deseja ter uma experiência com o sobrenatural, tal como estas mulheres tiveram, é necessário que vá até ao fim. Pois, Cristo dará sempre a direção para todos os que assumem a sua convicção e a Sua Luz resplandecerá nos seus caminhos.

“Aconteceu que, perplexas a esse respeito, apareceram-lhes dois varões com vestes resplandecentes. Estando elas possuídas de temor, baixando os olhos para o chão, eles lhes falaram: Por que buscais entre os mortos ao que vive?” (Lc 24.4-5). Muitas pessoas continuam a não conseguir compreender o motivo das suas vidas estarem “mortas”, de não terem saúde, paz, alegria, amor, felicidade, prosperidade ou sucesso. Mas tudo isso acontece porque estas não sabem buscar a “vida”, o que as leva a terem medo de agir e de fracassar, conduzindo-as ao desânimo. Estas mulheres buscaram Cristo num lugar de morte e quantos não são os que buscam, através das religiões, seitas ou lugares ocultos, a vida que desejam? Será que conseguem encontrar satisfação nesses lugares? Obviamente que não!

“Ele não está aqui, mas ressuscitou…” (Lc 24.6). Cristo não está onde está a “morte”, a doença, a miséria, a separação, a solidão ou a desgraça em que muitas vidas se encontram. Pois, Ele quer estar com todos os que crêem n’Ele, para que possa também ressuscitar as suas vidas e as suas famílias. Lembre-se das palavras de Cristo, as quais despertam e fortalecem o sexto sentido, aquela convicção sobrenatural, a qual deve estar apoiada nas Suas palavras e promessas e não no que você vê, ouve ou sente.

“…Lembrai-vos de como vos preveniu, estando ainda na Galileia, quando disse: Importa que o Filho do Homem seja entregue nas mãos de pecadores, e seja crucificado, e ressuscite no terceiro dia. Então, se lembraram das suas palavras. E, voltando do túmulo, anunciaram todas estas coisas aos onze e a todos os mais que com eles estavam” (Lc 24.6-9). Ao lembrarem-se das Suas palavras, tudo mudou! Aquelas mulheres temerosas, desanimadas e tristes “despertaram” para a vida, anunciando a todos o maior sobrenatural jamais visto em todo o Mundo. E é exatamente isso que acontecerá com todos os que depositarem a sua convicção em Cristo e nas Suas palavras.

E agora? O que fará? Continuará a aceitar uma vida “morta” ou lutará por uma vida “viva”? E isso pergunto-lhe porque sempre que há a manifestação da convicção sobrenatural, há uma separação, um antes e um depois. Então, qual é a área da sua vida que está “morta”?

Você tem que conhecer a ressurreição e o sobrenatural, pois o nosso Deus é especialista no que se refere ao sobrenatural, pois Ele venceu a morte e nem mesmo o maior de todos os problemas O pôde vencer. Cristo ressuscitou!

Por seu servo em Cristo,
Bispo Júlio Freitas
bispojulio.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *