Mensagem

Não fique a ver navios

A visão é um dos sentidos mais impactantes para o ser humano, tanto que até um dos apóstolos preferiu confiar nela em vez de na palavra de Jesus. A verdade é que, como humanos, se não vemos, regra geral não acreditamos…

Por isso é que, para a grande maioria, é no mínimo frustrante quando sabe que está no caminho certo, acredita no Deus Verdadeiro, mas não vê a transformação que gostaria de ver acontecer na sua vida. “Mas por que é que eu não vejo?”

Talvez a seguinte explicação lhe clarifique a visão:

Voltando um pouco atrás na História, situando a cena e os seus intervenientes, temos Jesus, que aparecia pela terceira vez aos Seus discípulos. Simão Pedro, Tomé, Natanael, os filhos de Zebedeu e mais dois. Estavam todos juntos. Até que Pedro tomou uma decisão e disse: “Vou pescar”. Todos os outros decidiram segui-lo. Mas, infelizmente, não apanharam nada!

Por que motivo um grupo de experientes pescadores fracassou redondamente?

Esta era a sua profissão, aliás, era o que eles estavam a fazer quando Jesus os chamou para serem pescadores de homens. Agora, vemo-los a voltar a uma prática antiga, mas sentindo-se frustrados com os resultados. Mas por quê? Porque o principal na sua vida não era a pesca e sim ganhar almas, os perdidos. Jesus já tinha cumprido com o prometido, ou seja, morrido e ressuscitado para salvar a Humanidade, porém, eles ainda não tinham cumprido com a sua parte…

O mesmo sucede connosco, ou seja, só veremos a transformação que queremos a partir do momento em que soubermos dar prioridade à Vontade de Deus. E para que fomos chamados? Para não só sermos salvos, como para levar a salvação aos que ainda não tiveram a oportunidade de conhecer a Verdade.

Este é o motivo de muitos não verem sequer o básico ou o normal, como a saúde, o casamento restaurado, a vida financeira abençoada, a paz, a certeza da salvação ou o equilíbrio emocional. Dê prioridade à sua comunhão com Deus ou então Jesus poderá estar diante de si e você nem sequer conseguirá vê-Lo!

Quando Jesus apareceu diante dos discípulos, estes não O reconheceram, e só quando ouviram e agiram sobre a Sua palavra, vendo os resultados é que, de facto, O conseguiram ver! É a sua vida que irá refletir se você, realmente, está a ver Jesus ou se a ver navios. Por isso, não olhe para as circunstâncias, não pare no tempo, não perca a visão e muito menos volte à velha vida, pois só VÊ quem vive pela FÉ, então, procure ver com esses olhos!

Te vejo na IURD, ou nas Nuvens!

Bispo Júlio Freitas
bispojulio.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *